Campanha Missionária do Dízimo acontece em novembro

0

Em novembro, a Arquidiocese de Juiz de Fora celebra o Mês do Dízimo. A iniciativa, adotada em diversas dioceses do Brasil, será regida, na Igreja Particular local, pelo tema “Seja dizimista: construa sua casa sobre a rocha”.

O assunto faz referência a uma parte do evangelho de São Lucas que diz: “É semelhante ao homem que, edificando uma casa, cavou bem fundo e pôs os alicerces sobre a rocha. As águas transbordaram, precipitaram-se as torrentes contra aquela casa e não a puderam abalar, porque ela estava bem construída” (Lc 6,48). O Padre Miguel Souza Lima Campos, integrante da Comissão Arquidiocesana do Dízimo, explica o motivo da escolha. “Para dizer que todo aquele que é dizimista, de alguma forma, com a sua contribuição, está colocando a palavra de Deus em prática, ao consagrar e ofertar o fruto do seu trabalho, da sua vida, da sua família no altar. Então, o dízimo também é uma forma de construir, então, a sua casa sobre a rocha”.

Para nortear as reflexões em torno do mês temático, a Equipe Arquidiocesana da Pastoral do Dízimo preparou um material especial para as paróquias. Além do cartaz, há folders com informações relevantes e preces para serem usadas dentro da celebração, a cada domingo do mês.

Um dos destaques é o fato de o dízimo colaborar não só com a paróquia, mas com a Igreja Particular de Juiz de Fora: de tudo o que é arrecadado, 10% são encaminhados para a Cúria Metropolitana (Administrativo, Centro de Pastoral, Setor de Comunicação, Tribunal Eclesiástico e Arquivo Histórico), 5% para o Seminário Arquidiocesano Santo Antônio e 1% para o FAS (Fraterno Auxílio Sacerdotal).

O material traz, ainda, números baseados no Relatório Anuário Estatístico de 2017. “Quantidade de batizados, casamentos, catequistas, padres, paróquias, comunidades e igrejas que nós temos na Arquidiocese e que só evangelizam, são sustentados no seu trabalho, com a contribuição e trabalho de cada dizimista”, diz Padre Miguel.

O sacerdote ainda explica o motivo de o Mês do Dízimo ser celebrado em novembro, o último do Ano Litúrgico. “É uma forma de agradecer a contribuição de cada dizimista. Nós fazemos como um mês de ação de graças por todo o ano que nós vivemos e no qual todos contribuíram e trabalharam juntos. E de alguma forma, também, como conscientização para que cada dizimista possa se perceber parte desse trabalho, se perceber parte nessa construção do reino de Deus e como forma de chamar tantos outros a essa vocação de poderem estar evangelizando”.

Abaixo, estão disponíveis para download o cartaz e os materiais a serem utilizados em cada final de semana de novembro.

Cartaz

4 de novembro – Festa de Todos os Santos

11 de novembro – 32º Domingo do Tempo Comum

18 de novembro – 33º Domingo do Tempo Comum

25 de novembro – Solenidade de Cristo Rei

Conteúdo Relacionado
X