Bispos são eleitos para compor a Comissão Episcopal para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB

Nesta terça-feira, 20 de junho, durante o Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) foram eleitos os três bispos que vão compor a Comissão Episcopal para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB para o quadriênio 2023-2027.

Os escolhidos são o bispo da diocese de Araçuaí (MG), dom Esmeraldo Barreto de Farias, o bispo de Cachoeiro de Itapemirim (ES), dom Luis Fernando Lisboa e o bispo auxiliar de Belém do Pará, dom Paulo Andreolli. A comissão tem como presidente o bispo de Rondonópolis–Guiratinga (MT), dom Maurício da Silva Jardim, eleito durante a 60ª Assembleia Geral da CNBB, em abril deste ano.

A comissão tem como atribuição favorecer e acompanhar a animação, formação, articulação, informação e cooperação missionárias da Igreja, no Brasil e e além-fronteiras. É composta por 4 bispos e atua em várias áreas entre elas: Os projetos de cooperação missionária entre conferências de outros países e continentes atualmente com a Guiné Bissau, Timor-Leste e Moçambique; a missão da Pastoral dos Brasileiros no Exterior PBE; a articulação do Conselho Missionário Nacional COMINA através da presidência da Executiva desse conselho que reúne todas as forças missionárias e instituições como CRB, CNLB, POM, CNISB, CCM etc.; articulação do Projetos Igrejas Irmãs através da atualização da cooperação entre dioceses Irmãs na Igreja do Brasil; articulação efetiva com os COMIREs através dos seus 19 coordenadores regionais.

Conheça os novos membros da Comissão:

Dom Esmeraldo Barreto de Farias

Dom Esmeraldo Barreto de Farias é o bispo da diocese de Araçuaí (MG), nomeado em 18 de novembro de 2020 pelo Papa Francisco, tomando posse canônica no dia 06 de fevereiro de 2022, na na Igreja Matriz de Santo Antônio, em Araçuaí. Sua primeira nomeação episcopal aconteceu em 22 de março de 2000, para a diocese de Paulo Afonso (BA) onde permaneceu até 2007.

De 2007 a 2011 foi bispo de Santarém (PA). E nesse mesmo quadriênio (2007-2011) foi presidente da Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB. Em 30 de novembro de 2011, foi nomeado arcebispo de Porto Velho (RO). Em 18 de março de 2015, foi nomeado bispo auxiliar da arquidiocese de São Luís do Maranhão. No mesmo ano, foi eleito presidente da Comissão Episcopal para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB, cargo que ocupou até maio de 2019.

Seus estudos filosóficos foram concluídos na Faculdade de Filosofia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Teologia no Instituto de Teologia da Universidade Católica de Salvador.

Dom Luiz Fernando Lisboa

Dom Luiz Fernando Lisboa é bispo da diocese de Cachoeiro de Itapemirim (ES), nomeado pelo Papa Francisco, em 11 de fevereiro de 2021. No mesmo ato, o Santo Padre também concedeu a dignidade de arcebispo a dom Luiz. Sua posse ocorreu em 20 de março de 2021, na Catedral de São Pedro, em Cachoeiro Itapemirim (ES).

Missionário Passionista, além da formação em Filosofia e Teologia, dom Luiz possui duas especializações (Liturgia e Missiologia) na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção (atual PUC SP) e mestrado em Teologia Pastoral pela PUC Curitiba, onde também foi um dos coordenadores do Curso de especialização em Missiologia.

No início do ano de 2001, foi como missionário Ad Gentes para a diocese de Pemba, Moçambique, onde trabalhou por oito anos. Em 12 de junho de 2013, o Papa Francisco o nomeou como bispo de Pemba, em Moçambique. Sua posse ocorreu dois meses depois, em 14 de setembro, com celebração na Universidade Católica de Pemba.

Dom Paulo Andreolli

Dom Paulo Andreolli, missionário xaveriano, é bispo auxiliar da arquidiocese de Belém do Pará (PA), nomeado pelo Papa Francisco em 1 de fevereiro de 2022 e a sua posse canônica ocorreu em 15 de abril, na Catedral Metropolitana. O prelado é o 8° bispo auxiliar da arquidiocese de Belém do Pará.

Natural de Vicenza (Itália), cursou Filosofia e Teologia no seminário diocesano em Reggio Emilia (Itália), de 1994 a 2000, e Pedagogia no seminário diocesano de Parma (Itália), graduação que concluiu em 1992.

Possui pós-graduação em Espiritualidade e Acompanhamento Espiritual, pela faculdade da Itália Setentrional, de Milão. De 2000 a 2007 desenvolveu a animação missionária e vocacional e foi membro da coordenação de conselhos missionários paroquiais em uma área pastoral da diocese de Milão.

Fonte: Site da CNBB

Veja Também