Arquidiocese de Belo Horizonte celebra Dia da Padroeira de Minas Gerais

0

O Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte e Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Walmor Oliveira de Azevedo, celebra Missa às 9h, na Ermida da Padroeira de Minas Gerais, Basílica Nossa Senhora da Piedade, nesta terça-feira, dia 15, quando a Igreja se recorda de Maria, Mãe de Jesus, a partir da devoção a Nossa Senhora da Piedade. Mais tarde, às 15h, o Bispo Auxiliar Dom Geovane Luís da Silva também celebra Missa na Ermida, singela igreja do século 18, considerada a menor basílica do mundo, onde está a imagem de Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais, obra do mestre Aleijadinho, também do século 18.

As duas celebrações serão transmitidas para todo o Brasil a partir de emissoras católicas que estarão em rede com a TV Horizonte: TV Pai Eterno, às 9h, e TV Canção Nova, às 15h. As Missas poderão ser acompanhadas ainda pelas redes sociais e Rádio América (AM 750). Um pequeno grupo de 15 fiéis participará de cada celebração. São devotos que previamente agendaram peregrinação ao Santuário, conforme determina o protocolo deste tempo de pandemia.

A programação pelo Dia de Nossa Senhora da Piedade será concluída às 18h, com a oração do Terço. Os fiéis são convidados a acompanharem pela TV Horizonte e redes sociais.

Dia de Nossa Senhora da Piedade 

A devoção a Nossa Senhora da Piedade começa na Europa, em Portugal, onde surgem as primeiras expressões artísticas que retratam Maria com Jesus ferido de morte, após ser crucificado, no colo. O ícone de Nossa Senhora da Piedade ajuda cada fiel a reconhecer que todas as dores e sofrimentos são passageiros. Fazem parte de um caminho que leva à superação da morte pela vida. Também ensina sobre a força do amor materno, a partir do exemplo de Maria.

Em Minas Gerais, a devoção a Nossa Senhora da Piedade tem quase 300 anos. Maria, a partir do título de Nossa Senhora da Piedade, foi reconhecida Padroeira dos mineiros por São João XXIII, Papa da Igreja. A solenidade de consagração do Estado a Nossa Senhora da Piedade foi celebrada no dia 31 de julho de 1960.

Santuário Basílica da Padroeira de Minas Gerais 

A história do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade começa com o relato de um milagre, no século 18. Segundo a tradição, uma jovem, surda e muda, após avistar Nossa Senhora, no alto da Serra da Piedade, passou a ouvir e a falar. A história inspira a conversão do arquiteto Antônio da Silva Bracarena, português que veio para o Brasil em busca de riquezas. Barcarena decidiu edificar uma singela igreja no local onde teria ocorrido a aparição. Investiu todas as suas economias na construção do templo e pediu a Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, uma escultura de Nossa Senhora da Piedade. A singela igreja, onde Bracarena viveu como Eremita,  e a imagem de Nossa Senhora da Piedade deram origem ao complexo arquitetônico do Santuário Basílica, no alto da Serra, que há mais de 250 anos recebe peregrinos.

Fonte: Site da Arquidiocese de BH

Conteúdo Relacionado
X