Arcebispo Metropolitano celebra Páscoa com pessoas em situação de rua

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na manhã desta terça-feira, 23 de abril, o arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu Santa Missa na Fundação Maria Mãe. A instituição, que é a mantenedora da Obra dos Pequeninos de Jesus, acolhe todos os dias dezenas de pessoas em situação de rua, oferecendo café da manhã, espaço para banho, corte de cabelo, roupas e atendimentos odontológico, psicológico e de assistência social.

O Padre Erélis Camilo Resende de Paiva, que é diretor espiritual da Fundação, concelebrou com o arcebispo. A Eucaristia ainda contou com o auxílio do Diácono Adelmo Resende Carvalho e do candidato ao Diaconato Permanente José Aparecido Nascimento Rocha. Além dos beneficiados, participaram da celebração os funcionários e voluntários da instituição social e o vereador Marlon Siqueira.

Dom Gil deu início à Santa Missa com o abraço da paz, pedindo aos presentes que desejassem uns aos outros “Feliz Páscoa”. Durante a Liturgia da Palavra, o pastor explicou a Primeira Leitura retirada dos Atos dos Apóstolos (cf. At 2,36-41), livro que, segundo ele, conta a história do início da Igreja, após a ressurreição de Cristo.

Em sua homilia, o arcebispo falou do evangelho do dia (cf. Jo 20,11-18), no qual Jesus se revelou a Maria Madalena, dando destaque à relação pessoal que o Filho de Deus tem com cada cristão. “Jesus não nos trata apenas como grupo, não só como comunidade, mas cada um de nós pode ter uma relação pessoal com Ele. Por isso Jesus tratou Maria pelo nome e trata você também pelo nome. Ele conhece o seu nome, o seu rosto, o seu jeito, as suas ‘nervosias’ e os seus arrependimentos. Ele conhece o seu jeito de amá-Lo e de amar o próximo”.

Dom Gil ainda afirmou que Cristo Ressuscitado é o princípio da Igreja. “Se você acredita nessa verdade, pode bater no peito e dizer ‘eu sou católico, eu sou cristão, eu acompanho Jesus, eu acredito na verdade relatada na Sagrada Escritura’. Para nós, meus irmãos, a ressurreição é muito importante, porque ela é princípio da Igreja, da nossa vida junto de Deus e da nossa relação pessoal com Jesus”, completou.

Após a bênção final, a presidente da Fundação Maria Mãe, Vanessa Farnezi, tomou a palavra para agradecer a todos os que ajudam no trabalho desenvolvido junto aos Pequeninos. “Mais uma vez, a gente pode contar com esses amigos, com esses colaboradores, o que dá esse impulso na Obra e fortalece o nosso trabalho. Quando a gente passa da Quaresma para a Páscoa se torna mais forte, porque todos nós aqui sofremos muito julgamento, muitas injustiças, e vendo o que Cristo passou, fortalece que a gente também vai vencer. Nenhuma verdade fica escondida e a gente dá graças pela nossa fé católica, que faz a gente reviver esses momentos, esses passos que Jesus deu, e Ele foi vitorioso”, afirmou.

Após a Celebração Eucarística, todos foram convidados a tomar o café da manhã.

Veja Também

Contatos

Fale com a Arquidiocese

Cúria Metropolitana de Juiz de Fora

Tel: (32) 3229-5450

E-mail

Endereço

Av. Barão do Rio Branco, 4516
Alto dos Passos, Juiz de Fora – MG
CEP: 36026-500

Atendimento

Assessoria de Comunicação

8h às 17h

Arquivo Arquidiocesano

Atend. Interno – 8h30 às 16h30
Atend. Externo – 13h30 às 16h30

Folha Missionária

8h às 13h

Jurídico

8h ‪às 12h‬ e de 13h ‪às 17h

Tesouraria

8h às 11h30 e de 13h às 16h

Tribunal Eclesiástico

13h às 17h

Cadastre-se aqui para receber novidades e atualizações da Arquidiocese

© Copyright Arquidiocese de Juiz de Fora. Feito com por