Após treinamento para paróquias, Sistema Cúria Online será implantado em janeiro de 2023

*Na sexta-feira (30), o treinamento contou com a participação de representantes das Foranias São José e Santa Teresinha e da Igreja São Sebastião (Centro)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Terminou, na última sexta-feira (30), o treinamento promovido pela Cúria Metropolitana tendo em vista a implantação do Sistema Cúria Online em todas as paróquias da Arquidiocese de Juiz de Fora. Durante os dias de formação, realizados no Instituto Padre João Emílio, além dos pormenores sobre a ferramenta digital, padres e atendentes paroquiais receberam orientações acerca de situações rotineiras na vida das comunidades.

*Da esquerda para a direita: Padre Liomar, Fernanda Tinoco (advogada), Tatiana, Dom Gil, Natália e Padre Ronny.

O Vice-Ecônomo, Padre Ronny Moreira de Oliveira, e a funcionária da Tesouraria, Tatiana Aparecida Barbosa dos Reis Duprat, foram os responsáveis por passar as informações acerca do Cúria Online. “A Arquidiocese está em processo de melhoria do nosso sistema pastoral, no sentido da administração dos bens da Igreja. O sistema financeiro vem para ajudar os padres a cuidar de suas paróquias com o auxílio dos funcionários e também dos voluntários que se juntam a nós”, explicou Padre Ronny. “No primeiro momento, os desenvolvedores do sistema fazem uma fala de apresentação e, no segundo momento, nós fazemos uma parte prática, onde, com os seus logins e senhas, podem acessar o sistema e praticar um pouco aquilo que vai ser rotina dentro de nossas paróquias”, completou.

A perspectiva é que o Sistema Cúria Online seja efetivamente implantado em janeiro de 2023. “Nós vamos ter agora um período de três meses, a partir de outubro, para que as paróquias possam fazer testes. Eles têm a possibilidade de acessar e manusear o sistema para se adaptarem às configurações, ao layout e às atividades propriamente que vão precisar executar. Nosso Arcebispo, Dom Gil, vai nos orientar sobre como proceder a partir de janeiro, quando todas as paróquias vão passar a utilizar o sistema. Nós vamos fazendo um acompanhamento nesse primeiro momento, mais próximo, mas ao longo do tempo também vamos aproveitar para explorar mais o sistema, que tem inúmeras funcionalidades”, apontou o Vice-Ecônomo.

Sob a coordenação do Ecônomo, Padre Liomar Rezende de Moraes, os representantes das paróquias também tiveram acesso a explanações sobre situações do dia a dia no que toca o atendimento da secretaria. “Falamos sobre direitos e deveres aos nossos colaboradores, como agirmos para a contratação, para apresentação de documentação junto ao nosso Departamento de Contabilidade; falamos da relação com o sindicato, quais são os benefícios apresentados. Além de uma parte dedicada às petições: os modelos, a forma correta de preenchimento, o departamento ao qual elas devem ser encaminhadas.”

Segundo a Gerente-Administrativa da Cúria Metropolitana, Natália Mendes Müller, o encontro foi importante porque, além de promover a qualificação e a otimização dos atendentes, foi oportunidade de diálogo sobre todos os trabalhos que eles realizam. “A atendente é muito importante para nós, porque é o primeiro contato que a pessoa tem na paróquia. Então, é muito importante a Arquidiocese estar reunida com elas nessa semana para que se sintam também unidas à Mitra, não só em trabalhos práticos, mas também no trabalho pastoral.”

O Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, visitou o local da capacitação em algumas oportunidades. “Contratamos o Sistema Cúria Online para que nossos serviços possam ser cada vez melhores, mais atualizados, mais perfeitos, mais ágeis. E isso é muito importante que a gente faça, porque a administração de uma diocese, de uma paróquia, ou qualquer setor da Igreja é uma grande responsabilidade. Nós queremos ser uma empresa exemplar no que diz respeito à honestidade da administração dos bens.” O Pastor Arquidiocesano ainda ressaltou que a parte administrativa é uma ação pastoral. “Ela não pode ser considerada como uma atividade paralela. Pastoral é tudo aquilo que a gente faz em benefício da Igreja, do povo de Deus em marcha.”

Veja Também