1ª Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano, no Rio de Janeiro, completa 65 anos

*Bispos do Celam com o Papa Francisco em 7 de setembro de 2017, na Colômbia
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Por ocasião dos 65 anos da primeira Conferência Geral dos Bispos da América Latina, realizada em 1955, no Rio de Janeiro, o Conselho Episcopal Latino Americano (Celam), numa carta assinada por sua presidência e publicada na página web do Episcopado, agradece a Deus por esta conquista e pede a intercessão da Santíssima Virgem Maria, Nossa Senhora de Guadalupe, a fim de que o processo de evangelização de uma Igreja em saída, missionária e sinodal possa continuar.

“Agradecemos a Deus pelo 65º aniversário desta Conferência convocada pelo Papa Pio XII, e na qual foi decidido pedir a Sua Santidade a criação do Conselho Episcopal Latino-Americano – Celam, com o objetivo de estudar os problemas que dizem respeito à Igreja na América Latina, coordenar atividades e preparar novas Conferências do Episcopado Latino-Americano com os novos desafios dos tempos de mudança”, lê-se no texto.

Ação estimulada pela presença e palavra dos Santos Padres

A partir daí, o Celam tem tratado de problemas sociais, missões, povos indígenas, população de origem africana, imigrantes, marítimos, bem como do problema da escassez de sacerdotes, e ao longo de toda a sua existência tem se empenhado em favorecer “processos de evangelização e serviço eclesial” para difundir a fé e torná-la parte integrante do pensamento, dos costumes e das instituições do Continente.

Sua ação – explicam os bispos – “foi particularmente estimulada pela presença e mensagem dos Santos Padres Paulo VI, João Paulo II, Bento XVI e agora do Papa Francisco, que fizeram sentir sua proximidade e sua palavra guia em todos os países de nosso continente”.

*Fonte: Site do Vatican News

Veja Também