Quarta-feira de Cinzas marca início do Tempo Quaresmal e da Campanha da Fraternidade

DSCN4593
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na noite do dia 14 de fevereiro, Quarta-feira de Cinzas, o arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu Santa Missa com imposição de cinzas na Catedral Metropolitana. Centenas de fiéis participaram do momento, que marcou o início da Quaresma e o lançamento oficial da Campanha da Fraternidade 2018 na Arquidiocese de Juiz de Fora.

A missa foi concelebrada pelo vigário geral da Arquidiocese e pároco da Catedral, Monsenhor Luiz Carlos de Paula, e pelos vigários paroquiais, os padres Danilo Celso de Castro e José Maurício de Paula. O diácono Waldeci Rodrigues da Silva também esteve presente e auxiliou na celebração.

Dom Gil recordou as três palavras que marcam o Tempo Quaresmal – jejum, caridade e oração – e explicou o principal sentido do período. “Recebemos as cinzas como sinal de humilhação dos nossos pecados, mas muito mais de confiança na misericórdia de Deus. Este é um tempo penitencial. A penitência nos ajuda a vencer o nosso egoísmo, o nosso comodismo e nos ajuda a irmanarmo-nos no sofrimento de Cristo, que sofreu por nós, e também entrar em consonância com todos os sofredores do mundo, sobretudo aqueles que sofrem a fome, a miséria, o desprezo”.

O arcebispo ainda ressaltou o tempo propício para refletir sobre o tema proposto pela Campanha da Fraternidade 2018: Fraternidade e Superação da Violência. “Nós precisamos encontrar um meio para pelo menos diminuir a violência. Então a CF nos convida a trabalharmos para valorizar muito mais a fraternidade, a compreensão e a concórdia, para que a violência não venha a fazer tanto estrago como vem fazendo”, finalizou.

O Tempo Quaresmal vai até o dia 25 de março, Domingo de Ramos, quando também é iniciada a Semana Santa.

Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Veja Também