Virgem Consagrada Diocesana faz votos perpétuos neste domingo (16)

*A Consagração Virginal foi feita em julho de 2020

Neste domingo, 16 de julho, quando a Igreja celebra o Dia de Nossa Senhora do Carmo, a jovem Marcela Kamiroski fará os votos perpétuos como Virgem Consagrada Diocesana. Ela foi consagrada em 2020 e, depois de dois anos renovando seu propósito de castidade, dará seu ‘sim’ definitivo em rito presidido pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira. A Celebração Eucarística está marcada para as 10h, na Catedral de Juiz de Fora, com transmissão ao vivo pela WebTV “A Voz Católica”.

*O Padre Jaldemir Vitório, SJ foi o rientador do retiro feito por Marcela no início do mês | Foto: redes sociais de MArcela Kamiroski

Para se preparar para este dia tão importante, entre os dias 2 e 9 de julho Marcela participou de um retiro dos exercícios espirituais de Santo Inácio, na Casa de Retiros Nossa Senhora do Cenáculo, em Belo Horizonte (MG). “Um retiro de silêncio, oração, meditações, em uma qualidade e densidade espiritual muito profundas que nos fazem viver, no princípio e fundamento, o próprio carisma particular. É um amor ardente, sobrenatural e que me deixa ainda mais apaixonada em ser toda dele e Ele ser todo meu. O meu lugar está tão bem encontrado que a minha vontade é que cada um se encontre na casa de Deus, no seu carisma, chamado e vocação. Somente com a experiência do discipulado poderemos ser apóstolos para a vivência da missão. A realização do ‘sim’ é viver o céu já aqui na Terra. Contando os dias para a minha entrega perpétua neste mar de amor”, escreveu a jovem em suas redes sociais.

Para a sua consagração definitiva, a virgem diocesana escolheu o lema “Cristo ontem e hoje, alfa e ômega, princípio e fim. A Ele o tempo e a eternidade, a glória e o poder, pelos séculos sem fim!” Trata-se de um trecho da oração litúrgica da bênção do Círio Pascal. “A nossa vocação fala justamente de Cristo Ressuscitado, Jesus que vence a morte e vem nos trazer uma vida em plenitude. Assim como as virgens prudentes devem manter o óleo de suas lamparinas para que tenham essa chama acesa, em vigilância, à espera do noivo, também nós temos essa chama em Cristo, buscamos a nossa própria razão de ser e existir em Cristo. Então, a nossa vocação, que é essa vivência em sentido pascal de existência, só é possível a partir dessa luz do Fogo Novo, da chama que vem de Cristo”, explicou Marcela.

Para a missa deste domingo (16), a jovem pede que, aqueles que quiserem presenteá-la com algo, façam-no com alimentos não-perecíveis. Tudo o que for arrecadado será destinado ao SOS Cristão, grupo da Catedral responsável pela arrecadação de alimentos e distribuição de cestas básicas às famílias mais necessitadas.

Veja Também