Paróquia de Bicas (MG) completa cem anos de fundação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

No último dia 24 de novembro, a Paróquia São José, do município de Bicas (MG), completou cem anos de fundação. A data foi recordada em Missa Solene celebrada na Matriz e presidida pelo Pároco, Padre Dione César de Oliveira Goulart. Antes da Eucaristia, houve uma apresentação da Corporação Musical São José, na praça principal.

“Completados cem anos, encerramos uma história, viramos a página de um livro. Pedimos perdão pelos pecados, sombras e luzes desses cem anos, e hoje começa um novo dia para a paróquia, para mais cem anos. E que nós façamos tão bem, ou melhor ainda, do que os nossos ancestrais”, exortou o sacerdote no início da celebração.

Criada antes mesmo da emancipação da cidade, datada de setembro de 1923, a paróquia viu a comunidade do entorno se transformar, os limites municipais serem reorganizados e os costumes se modificarem. “Memórias são testemunhas de bênçãos, são sementes que inspiram as pessoas, são recortes da história de cada um que formam um tecido feito por todos, como uma colcha de retalhos. Com gratidão, queremos enaltecer a identidade individual e coletiva de cada pessoa, de cada grupo, de cada povo”, escreveu a Pascom paroquial em postagem na página do Facebook.

*Fonte: Site da Prefeitura de Bicas

A publicação também faz uma referência à história que ainda será construída. “Mas é imperioso prosseguir. É imperioso que se construa uma nova história, com a participação de novos e ungidos protagonistas. Relembrar o passado só pode ter relevância se olharmos para os próximos cem anos. O trabalho sinodal requer um olhar condizente com a realidade, com a vulnerabilidade dos menos favorecidos.” O trabalho do Pároco, sobretudo em meio às dificuldades da pandemia, foi ressaltado. “Reorganizamos a parte burocrática, enxugamos os gastos e, graças à Providência Divina e à incansável disposição do nosso Pároco, conseguimos, em meio à crise sanitária mais devastadora deste século, dar continuidade e seguir em frente.”

A publicação na rede social apontou, por fim, os novos projetos paroquiais. “Ainda foram organizados, com sucesso, o 1º EAC em 2019 e o 2º EAC em 2021, o projeto dos Educadores Voluntários ‘Dente de Leão’, que fomenta a educação aos mais necessitados neste período da pandemia […]. Novos movimentos ainda estão surgindo, como o EJC (Encontro de Jovens com Cristo) e o ETEC (Encontro Terapêutico para Casais), que serão realizados em 2022, se Deus nos permitir. Que Deus nos abençoe e que venham mais cem anos de história.”

Veja Também