Padre João Francisco é o novo administrador da Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na noite da última segunda-feira, 3 de dezembro, o Padre João Francisco Batista da Silva tomou posse como administrador na Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus, no Bairro de Lourdes, em Juiz de Fora. A solenidade foi presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada por vários padres da Arquidiocese. Centenas de fiéis da comunidade estiveram presentes para acolher o sacerdote.

Em entrevista, ele demonstrou grande expectativa em assumir uma nova comunidade. “A chegada em uma paróquia é sempre um momento novo, um desafio que nós acolhemos com muita alegria e disponibilidade. Eu estou vindo da paróquia de São Pedro, onde estive por um período curto, de quatro meses, logo após retornar de Roma. Foi um período de transição, já com a perspectiva de mudanças. Apesar de conhecer poucas pessoas aqui no bairro, já percebi que é uma comunidade bastante acolhedora e eu estou de braços abertos para me juntar a eles”.

Dom Gil destacou que o novo administrador paroquial deve aplicar na Arquidiocese os conhecimentos obtidos durante o período em que esteve estudando em Roma. “Estamos reunidos aqui, hoje, para dar posse ao novo administrador paroquial, que é o Padre João Francisco. Ele vai dar continuidade ao trabalho realizado durante anos pelo Padre Expedito. É uma paróquia muito querida, um povo muito participativo. Padre João Francisco chegou recentemente de Roma, onde fez cursos de História da Igreja, Bens Culturais e também Música Sacra. Inclusive, um de seus objetivos na Arquidiocese é formar um coral com crianças carentes, afim de ensiná-los não só a arte musical, mas quem sabe uma futura profissão”.

Durante a celebração, o sacerdote renovou suas promessas batismais e fez o juramento de fidelidade e a profissão de fé pública, momentos estes que fazem parte do rito de posse. Em seguida, lhes foram entregues alguns símbolos que representam seu pastoreio na comunidade, como as chaves da paróquia e do Sacrário, o livro de tombo (onde são feitos todos os registros relacionados à paróquia), a estola roxa e os Santos Óleos.

Após a celebração, uma paroquiana leu uma homenagem ao Padre João Francisco, que agradeceu a recepção de todos. Ao final da missa, todos os presentes foram convidados a participar de uma confraternização.

*Colaboração: Leandro Novaes

Veja Também