“O que é o alimento material se não for o alimento espiritual?”, questiona Dom Gil em Missa na Obra dos Pequeninos de Jesus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na manhã da última sexta-feira, 16 de dezembro, o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu Santa Missa na Obra dos Pequeninos de Jesus, em Juiz de Fora. Todos os anos, o Pastor Arquidiocesano faz questão de celebrar no local nas proximidades do Natal, assim como na Páscoa e em outras datas comemorativas.

“A gente vem celebrar outras vezes no ano, mas sobretudo Natal e Páscoa para que possamos passar a grande mensagem de Jesus que é o amor a todos, sobretudo o amor aos pobres; Ele que nasceu pobre, viveu pobre, morreu pobre, assim também nos ensina a viver dessa forma e amar os pobres”, ressaltou o Arcebispo. Segundo Dom Gil, oferecer o pão espiritual é tão importante quanto o alimento material. “O que é o alimento material se não for o alimento espiritual? Então, a nossa finalidade com essa obra também é levar Jesus aos corações, a palavra de Deus a todos eles para que possam viver a fé e a confiança em Cristo.”

Além dos assistidos pela obra social, mantida pela Fundação Maria Mãe, participaram da Eucaristia alguns funcionários e voluntários. O Diretor Espiritual, Padre Erelis Camilo Resende de Paiva, concelebrou com o Arcebispo, enquanto os diáconos permanentes Alvaro Shwenck Spindula, Carlos Augusto Duque, Hélio Rodrigues de Oliveira – Diretor-Presidente da Fundação – e José Aparecido Nascimento Rocha serviram ao Altar.

“Nós aqui fazemos um trabalho de evangelização toda segunda-feira com missa, e é interessante porque os próprios pequeninos fazem as leituras e nos ajudam. Isso me alegra muito porque eu vejo como a Palavra chega até eles. E tem um ponto fundamental: eles escolhem a pregação que eu devo fazer. Qual é o tema, o que é para eu falar, qual mensagem eles querem ouvir”, explicou Padre Erelis.

Diácono Hélio, por sua vez, fez um balanço do ano que está terminando. “Jesus pediu que nós déssemos de comer àqueles que têm fome. A Obra dos Pequeninos de Jesus, durante este ano de 2022, cumpriu essa missão com a ajuda de todos os nossos benfeitores, sejam os voluntários, aqueles que nos ajudam nos trabalhos de preparar o alimento e distribuí-lo, sejam aqueles que nos ajudaram materialmente com doações para que nós mantivéssemos a casa e o nosso trabalho.”

De acordo com o Diretor-Presidente da Fundação, durante o ano a quantidade de doações diminuiu, ao passo que o número de atendidos aumentou. Atualmente, a Obra dos Pequeninos de Jesus recebe diariamente de 180 a 200 pessoas, a quem oferta café da manhã, banho, corte de cabelo, roupas limpas, atendimento odontológico e oficinas profissionalizantes.

Nos dias que antecederam o Natal, a Fundação Maria Mãe ofereceu refeições especiais para as pessoas em situação de rua. A programação especial foi encerrada com um almoço, no dia 16. A campanha de arrecadação de chinelos, porém, continua: os interessados podem deixar as doações na sede da fundação, que fica na Rua 31 de Maio, 52 – Ladeira. Estão sendo recebidos chinelos com numerações entre 39 e 44.

Também é possível fazer contribuições através do PIX: CNPJ 02.152.286/0001-56 ou e-mail ‘[email protected]’.

Clique aqui e confira mais fotos da Celebração Eucarística.

Veja Também