Missa marca comemoração dos 165 anos da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora

0

Na noite da última terça-feira, 6 de agosto, centenas de pessoas participaram da Celebração Eucarística em Ação de Graças pelos 165 anos da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora. A Missa, realizada na Igreja Senhor dos Passos, foi presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada pelo capelão e secretário da instituição, Padre José Leles da Silva, e por Monsenhor Miguel Falabella de Castro, membro da Irmandade Nosso Senhor dos Passos e do Conselho de Administração da Santa Casa.

Diversas autoridades civis estiveram presentes, entre elas, o prefeito Antônio Almas. Além disso, a celebração foi abrilhantada pelo Coral do Pró-Música-UFJF. Para Dom Gil, diretor ex-officio da Irmandade mantenedora da casa de saúde juiz-forana, o local vem realizando aquilo que Jesus fazia: promovendo a cura das pessoas. “Quando a Igreja funda uma associação dessas, quer prosseguir na história aquela ação de Cristo. Então, são 165 anos que a Igreja está oferecendo não só à cidade de Juiz de Fora, mas à região, à Zona da Mata, um hospital de altíssima qualidade. Esta missa tem que ser, sem nenhuma dúvida, de ação de graças, nós temos que agradecer muito a Deus tudo aquilo que acontece dentro dessa casa santa de misericórdia e que acolhe a todos, promovendo e defendendo a vida, procurando ajudar os mais pobres, aqueles que não podem ter acesso aos meios de saúde”.

O arcebispo ainda ressaltou o fato de a Santa Casa ter sido fundada no dia 6 de agosto, festa litúrgica da Transfiguração do Senhor. “Jesus se transfigurou, mostrou a vida que vence a morte para os três discípulos no alto da montanha, preparando o milagre da sua ressurreição. Isso tem tudo a ver com o trabalho em favor da saúde, é a vida que Deus quer para todos”, finalizou.

Segundo o presidente da instituição de saúde, Renato Villela Loures, ela é a segunda entidade mais antiga de Juiz de Fora, tendo sido criada três anos após a Câmara Municipal. “Nesses 165 anos ela vem exercendo, dentro da comunidade de Juiz de Fora, uma ação de prestação de serviços àqueles que mais necessitam, àqueles que a buscam principalmente nos momentos de maior fragilidade”. Dr. Renato ainda destacou a busca incessante pela qualidade. “Hoje a Santa Casa é uma empresa de grande porte no Brasil. Estamos em busca, inclusive, de uma qualidade internacional. Esperamos que até o ano de 2023 nós sejamos um hospital de referência no Brasil para praticamente todos os procedimentos, principalmente aqueles que nós temos vocações, que são os transplantes, cirurgia cardíaca e o atendimento materno-infantil”.

Até o domingo (11), a Santa Casa promove atividades em comemoração ao seu aniversário de fundação. Além da feira de artesanato e trabalhos manuais que funciona no jardim do hospital de 9h às 17h, até esta sexta-feira (9) a instituição realiza a Jornada Médica e Multiprofissional.

Confira a cobertura da Santa Missa feita pela WebTV “A Voz Católica”:

Conteúdo Relacionado
X