Missa e procissão de Corpus Christi reúnem paróquias da Forania Santo Antônio

Na tarde da última quinta-feira, 8 de junho, quando a Igreja celebrou a Solenidade de Corpus Christi, as paróquias da Forania Santo Antônio reuniram-se para celebrar juntas a festa. Como acontece todos os anos, primeiro aconteceu a Santa Missa, celebrada na parte externa da Igreja Bom Pastor, em Juiz de Fora.

*Padre Gil, ao fundo, e Padre Alessandro concelebraram com Dom Gil

O anfitrião, Padre Gil Condé da Silva, Pároco da Paróquia Bom Pastor, comentou o significado da data. “Como disse Jesus, quem comer deste pão nunca mais terá fome, quem beber deste cálice nunca mais terá sede. Este é o nosso alimento espiritual, é o que há de mais precioso na nossa vida de cristãos. E nós estamos aqui para agradecer a Jesus, Ele que se faz presente na nossa vida todos os dias, em todos os momentos, nos alimentando e nos abençoando com o seu corpo e com o seu sangue.”

Após a Celebração Eucarística, os fiéis participaram de uma procissão luminosa em direção à Catedral Metropolitana. No caminho, seguindo o carro-andor que levava o Santíssimo Sacramento, os presentes rezaram e entoaram hinos de louvor. Durante o trajeto, o Arcebispo, Dom Gil Antônio Moreira, que presidiu a Eucaristia e conduzia Jesus Eucarístico, deu três bênçãos: a primeira, nas proximidades da Santa Casa de Misericórdia e do Hospital de Pronto Socorro (HPS), e a segunda, em frente ao Cenáculo São João Evangelista. A última das três bênçãos foi dada na chegada à Catedral, onde houve breve momento de adoração.

Ao falar da Festa do Corpo e Sangue do Senhor, Dom Gil recordou que, em 2023, ela acontece no contexto do Ano Vocacional. “Esse Ano Vocacional brasileiro tem como tema um pensamento eucarístico, a caminhada dos discípulos de Emaús. Na nossa Arquidiocese de Juiz de Fora, estamos associando o Ano Vocacional ao Ano Mariano, numa caminhada para celebrar os 100 anos da fundação da nossa diocese. Então, a festa de Corpus Christi deste ano se reveste, para nós, de muitos outros sinais felizes, alegres, dessa festa que estamos preparando.”

O Vigário Forâneo da Forania Santo Antônio, Padre Alessandro de Melo, também relacionou a celebração do Corpus Christi com o ano especial que a Arquidiocese de Juiz de Fora está vivendo. “É uma alegria podemos estar aqui, reunidos, nessa grande festa do povo de Deus, do corpo de Nosso Senhor Jesus Cristo. Celebrar Corpus Christi é, na verdade, um grande testemunho da nossa fé, e juntamente com o nosso Arcebispo, poder caminhar rumo ao centenário da nossa Diocese de Juiz de Fora, sob a proteção de Maria Santíssima.”

O Arcebispo ainda comentou a grande participação de fiéis na Eucaristia e na procissão. “Depois de ter passado a pandemia, com tanta ausência do povo, a gente ver uma multidão foi uma grande alegria; uma grande emoção ver a fé tão expressiva do nosso povo, cantando, rezando, louvando, adorando a Jesus na Eucaristia, depois de ter participado do momento principal, que é a Santa Missa.”

Clique aqui e confira mais fotos da Missa e da procissão de Corpus Christi que reuniram as paróquias da Forania Santo Antônio.

Veja Também