Dom Gil celebra missa em intenção de sua mãe

0

No dia em que celebramos a vida de uma das mulheres que marcaram profundamente a história da Igreja, Santa Catarina de Sena, o arcebispo Dom Gil Antônio Moreira celebrou em memória de sua falecida mãe, Maria Teresa Mendes Moreira, que completaria, no dia de ontem, 100 anos de vida. A missa na Catedral Metropolitana, na noite da última segunda-feira (29), foi concelebrada pelo administrador paroquial e vigário geral, Monsenhor Luiz Carlos de Paula.

Dom Gil, celebrando com emoção a missa em intenção de mãe, falou a todos como dona Maria Teresa foi um exemplo e que muitas graças foram derramadas na família devido ao testemunho dela. “Nós agradecemos muito a Deus esse presente que ela nos deu, que foi a vida exemplar e dedicada da minha mãe, não só no serviço da casa, como no serviço da paróquia. Tenho um irmão padre, Pe. João Luiz e um sobrinho que é diácono. Tudo isso é graça que Deus nos dá através da dedicação e a fibra dessa mulher, que nos deixou um exemplo tão forte de fidelidade na família, na paróquia e na igreja”.

Na homilia, ele tratou da temática central do evangelho do dia, “Jesus fala da vida no corpo e na alma. O que dá sentido à nossa vida é o espírito, pois o ele nunca morre”. Falou ainda que o corpo também tem sentido, porém é efêmero. “Embora, saibamos que a carne será ressuscitada, como a de Cristo, ela será revestida de glória. Assim o espiritual é o mais importante, e por isso Jesus diz que é preciso nascer de novo”, completa.

Ainda deu testemunho de sua mãe, contando seus feitos. Ela foi presidente da obra das vocações sacerdotais durante muitos anos, filha de Maria, catequista, ensinou o catecismo em casa, e foi exemplo de mãe, de família, de esposa e de mulher integrada na paróquia.

Conteúdo Relacionado
X