Dom Gil celebra 20 anos de Ordenação Episcopal

0

Aconteceu no Lar Sacerdotal, na manhã desta quarta-feira, dia 16, a Missa em comemoração aos 20 anos de Ordenação Episcopal, do Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira. A celebração contou com a presença de Dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues, Arcebispo Emérito de Sorocaba – SP, padres e convidados.

Dom Gil, que completou 69 anos no último dia 09, agradeceu aos convidados pela presença e fez uma reflexão sobre seu trabalho como Pastor da Santa Igreja. “Gostaria de agradecer. Ninguém merece ser padre, bispo. Recebemos esta graça de Deus, pois ele nos dá por sua bondade e benevolência”.

O Arcebispo falou sobre o momento em que foi chamado a servir ao Senhor como Bispo da Igreja. “Quando fui eleito Bispo fiquei muito preocupado e pedi ao Núncio Apostólico para consultar outros padres e bispos antes de dizer sim ou não. ” No momento da dúvida, um telefonema ao Cardeal Dom Serafim Fernandes de Araújo, que faleceu na última semana, foi decisivo para sua aceitação. “Ainda em segredo, telefonei a ele e perguntei o que ele achava, se eu deveria responder sim ou não. Ele disse: dê uma reposta positiva já! Agora!”

Durante a caminhada como Pastor, Dom Gil disse que a inspiração para resolver as dificuldades, que antes o preocupavam na hora do sim, vieram do alto. “Há algo que resolve tudo, a graça de estado. Antes de ser Bispo pensamos em como vamos solucionar os problemas que vierem a aparecer, estas respostas chegam com a graça. Quero agradecer ao nosso Senhor por nos dar uma graça própria para aquilo que fomos chamados”

Durante sua fala, o Arcebispo compartilhou que, em um dia tão festivo, “é necessário fazer um exame de consciência de todo o episcopado. Primeiro, um momento de reflexão, para reconhecermos as falhas e pedir ao Senhor sua misericórdia. Toda a Igreja é chamada a conversão, mas particularmente, fazemos um exame de consciência para pedir perdão ao Senhor. ”

Metade do Episcopado de Dom Gil tem sido na Arquidiocese de Juiz de Fora. O Arcebispo agradeceu ao povo pela proximidade, carinho e acolhida. “O povo que Deus me deu em Juiz de Fora é maravilhoso. Estou aqui há 10 anos e tenho 20 anos de Bispo. Fiquei 5 anos como Bispo Auxiliar de São Paulo e 5 como Bispo Diocesano de Jundiaí. Ao povo destas três Igrejas Particulares o meu carinho, agradecimento e a súplica para que tenham a caridade de rezar por mim, para que eu continue servindo ao senhor, apesar dos meus limites e defeitos.

Conteúdo Relacionado
X