Catedral sedia missa em ação de graças pelo Dia do Padre 

0

Na noite dessa segunda-feira, 6 de agosto, grande parte do clero da Arquidiocese de Juiz de Fora participou de Santa Missa em ação de graças pelo Dia do Padre, lembrado no sábado (4). A celebração, realizada na Catedral, foi presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira.

Logo no início da missa, o pastor comentou a bonita coincidência de a liturgia do dia lembrar o episódio da Transfiguração do Senhor (cf. Mc 9,2-10), em que Cristo se transfigura na presença dos apóstolos Pedro, Tiago e João, no Monte Tabor. “O padre é aquele que é transfigurado pela misericórdia de Deus”, disse Dom Gil.

O arcebispo também falou daquele que é considerado o patrono dos padres. “É um momento feliz para nós, sacerdotes, celebrar São João Maria Vianney, colocado pela Igreja como nosso patrono e nosso modelo. Nós temos nele um exemplo a seguir, sobretudo de dedicação, de amor, de piedade, de procura da santidade, vencendo o pecado e procurando viver na graça de Deus”.

Segundo Dom Gil, aquela celebração foi de ação de graças e, também, de súplica. “É momento de agradecer aos nossos padres pelo trabalho que eles fazem. Agradeço em meu nome e no nome de todo o povo de Deus o trabalho incansável dos nossos presbíteros nas nossas mais variadas paróquias. E é dia de rezar também pelas vocações sacerdotais, para que não faltem padres para as nossas comunidades”.

O Padre José Leles da Silva, que representa os presbíteros da Arquidiocese ao lado do Padre Pierre Maurício de Almeida Cantarino, falou sobre o significado de os sacerdotes celebrarem o seu dia juntos. “Ontem celebramos com as comunidades, com aqueles os quais nós somos chamados a ser padres, isto é, pais espirituais. E hoje nós celebramos com aqueles com os quais nós somos chamados a ser irmãos. Penso que a nossa fraternidade sacerdotal é sacramental, é um sinal para a comunidade da nossa comunhão e do nosso desejo de que haja um só corpo e um só coração na nossa Igreja”, completou.

Ao final da missa, os fiéis presentes cantaram o tradicional “parabéns pra você” para os padres e, especialmente, para o Padre Tarcísio Mariano Lopes, que completava 53 anos de ordenação presbiteral. Após a celebração, os sacerdotes participaram de jantar de confraternização.

Conteúdo Relacionado
X