Bispos do Rio Grande do Sul realizam visita ao Vaticano de 2 a 6 de maio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na noite deste sábado, 30 de abril, os arcebispos e bispos do Rio Grande do Sul viajam para Roma, onde devem realizar a visita ad Limina Apostolorum, ao Vaticano. Durante a visita, prevista para 2 a 6 de maio, o grupo participará de reuniões e encontros em diversos Dicastérios, Congregações, Conselhos Pontifícios e Comissões. No dia 4, o episcopado gaúcho também estará na Secretaria de Estado do Vaticano e na quinta-feira (5), participará da Audiência com o Papa Francisco.

A visita ad Limina está relacionada com a apresentação de um relatório sobre a situação da arqui/diocese de cada um. O material não consiste especificamente em uma prestação de contas, mas muito mais em uma explanação sobre a situação de cada Igreja Particular. Este movimento deve ocorrer a cada cinco anos, conforme previsto no Código de Direito Canônico.

Partirão do Rio Grande do Sul ao Vaticano um grupo de 23 visitantes, representando as quatro arquidioceses e 14 dioceses do Regional Sul 3 da CNBB: os 4 arcebispos, 15 bispos ativos, 3 bispos eméritos (aposentados) e o padre Silvio Jorge Mazzarolo, administrador diocesano de Cruz Alta.

Importância

A visita Ad Limina é um ato que todo o Bispo cumpre para o bem de sua própria diocese e de toda a Igreja, para favorecer a unidade, a caridade, a solidariedade na fé e no apostolado. Trata-se de um momento forte na vida e no ministério pastoral dos Bispos, uma oportunidade de experimentar, de forma mais intensa, a comunhão com o Sucessor de Pedro e também entre os bispos que, dessa forma, fortalecem a dimensão da colegialidade que os une num só corpo bem unido a serviço da Igreja, Povo de Deus a caminho da casa do Pai.

Nesse espírito de unidade e colegialidade, os bispos vão apresentar ao Papa as diferentes e complexas realidades que desenham o rosto da Igreja no Rio Grande do Sul, com suas dificuldades e desafios pastorais, mas, sobretudo, com seus projetos, alegrias, esperanças e toda a riqueza da Ação Evangelizadora desenvolvida pelas 18 arqui/dioceses do Regional Sul 3.

História

Já são dois anos de espera ansiosa pela visita Ad Limina. A viagem que ocorre em maio estava marcada inicialmente para 21 a 30 de março de 2020, mas foi cancelada em virtude da pandemia do Covid-19 e o início do lockdown no mundo inteiro. Com estes dois anos de adiamento, somam-se quase 13 anos desde a última visita realizada pelo episcopado do Regional Sul 3, de 27 de novembro a 10 de dezembro de 2009.

Dos 22 bispos que agora vão ao Vaticano, apenas sete eram bispos diocesanos na época e estavam na visita em 2009. Na ocasião, o encontro foi realizado junto com os bispos do Regional Sul 4 – Santa Catarina.

*Fonte: Site do Vatican News

Veja Também