Arcebispo se reúne com demais membros da Associação Padre João Emílio para Assembleia Geral

Na noite da última terça-feira, dia 18 de junho, acontece a Assembleia Geral da Associação de Assistência Social Padre João Emílio, um encontro anual que reuniu membros da diretoria e colaboradores para realizar um balanço do ano anterior na obra.

Segundo o Diretor-Geral do Instituto Padre João Emílio e membro da Diretoria da Associação, Padre Liomar Rezende de Moraes, a reunião é o momento de prestação de contas das atividades e das finanças do último ano. “O último ano aqui em nossa associação foi um tempo de consolidação do nosso projeto pedagógico. O ano de 2023 também marcou o início do projeto do ENCCEJA, o nosso curso livre preparatório para a realização da prova do ENCCEJA. Tivemos 16 pessoas se preparando para a realização desta prova”, explicou ele.

“Marcando as nossas atividades destaco dois grandes momentos. No primeiro semestre encerrando as atividades a apresentação das crianças na Cúria Metropolitana, no auditório. Depois, no segundo momento, foi a participação de uma turma de nossas crianças, também junto ao projeto do hospital Albert Saber, em que no Teatro Municipal, conseguiram apresentar duas músicas”, concluiu o sacerdote. ”

A reunião também foi marcada por ter na pauta o momento para eleger novos membros da Diretoria. O Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, comentou sobre o momento. “Essa Assembleia é eletiva, portanto, é importante. É uma Assembleia que nós fazemos uma vez por ano, conforme pede o estatuto, e ela tem como objetivo programar o ano vindouro e ver como é que as coisas estão andando para que possam ser sempre melhoradas. Esse instituto é muito antigo, há mais de 100 anos que ele existe e já teve administrações diferentes, teve também objetivos variados”.

Vista surpresa aos alunos adultos

Na ocasião, o Arcebispo ainda aproveitou para conhecer uma das turmas do ENCCEJA. Ele deixou uma mensagem de encorajamento aos adultos presentes, recordando que “a sabedoria não ocupa lugar” e poderá ajudá-los muito.

Os alunos contaram ao Pastor que foram muito bem acolhidos no local, que encaram o retorno aos estudos como uma porta para novas oportunidades, possibilita renovação, além de ter um caráter terapêutico, pois na sala eles fazem amizades, uns ajudam os outros, e até esquecem o cansaço do dia.

Ao final do momento, Dom Gil os rezou com eles e deu uma benção a todos.

Veja Também