7ª Via-Sacra Jovem reúne milhares de jovens em Juiz de Fora

0

Na manhã deste domingo (21), milhares de pessoas participaram da sétima edição da Via-Sacra Jovem da Arquidiocese de Juiz de Fora. Dedicado especialmente à juventude, o evento contou com a presença de grupos de jovens de Juiz de Fora e cidades da região, mas também foi prestigiado por pessoas de diversas faixas etárias.

Realizada tradicionalmente no segundo domingo da Quaresma, a Via-Sacra foi antecedida por missa na Igreja Matriz Nossa Senhora de Fátima, na Cidade Alta. A celebração foi presidida pelo arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada por diversos padres de nossa Igreja Particular. A missa ainda contou com a presença de diáconos e seminaristas da Arquidiocese.

Pouco antes do início da celebração, a jovem Mariana Soares Pereira, coordenadora do Grupo Jovem Água Viva, de Bicas/MG, contou o que a trouxe, pela segunda vez, ao evento. “É muito bom participar, a sensação é ótima, estar mais perto de Deus e de outros jovens. Sinto que estamos fazendo os passos que Jesus fez por nós. Ele sofreu e também nós passamos por obstáculos nessa caminhada, dá vontade de desistir, mas continuamos, tudo por Ele”.

Em entrevista, Dom Gil ressaltou o crescimento da Via-Sacra a cada ano, tanto em número de participantes quanto em espiritualidade. “Os jovens vão assumindo cada vez mais o sentido de caminhar com Cristo, subindo o morro que representa o Morro do Calvário, mas também o Morro da Ressurreição. Este é, aliás, o sentido da Quaresma: a caminhada com Cristo até a Páscoa”.

Durante sua homilia, o pastor conclamou os presentes a estarem próximos a Cristo, em oração, para terem forças para encarar qualquer Via-Sacra que a vida imponha. O arcebispo metropolitano ainda lembrou que as reflexões da caminhada quaresmal seriam iluminadas pela palavra “misericórdia”, lembrando o Jubileu Extraordinário proposto por Papa Francisco.

Após a celebração, os presentes subiram em cortejo rumo ao Morro do Cristo. Durante o trajeto, foram entoados cânticos de louvor e refletidas as 15 estações da Via-Sacra, cada qual contemplando um dos momentos da condenação, Paixão e morte de Jesus. Na chegada ao cartão-postal de Juiz de Fora, houve a meditação da 15ª estação: a ressurreição de Cristo. No local, Dom Gil deu a bênção final àqueles que concluíram a Via-Sacra.

Clique aqui e confira as fotos da caminhada ao Morro do Cristo.

Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Conteúdo Relacionado
X