7ª Via-Sacra Jovem reúne milhares de jovens em Juiz de Fora

DSC00670
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na manhã deste domingo (21), milhares de pessoas participaram da sétima edição da Via-Sacra Jovem da Arquidiocese de Juiz de Fora. Dedicado especialmente à juventude, o evento contou com a presença de grupos de jovens de Juiz de Fora e cidades da região, mas também foi prestigiado por pessoas de diversas faixas etárias.

Realizada tradicionalmente no segundo domingo da Quaresma, a Via-Sacra foi antecedida por missa na Igreja Matriz Nossa Senhora de Fátima, na Cidade Alta. A celebração foi presidida pelo arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada por diversos padres de nossa Igreja Particular. A missa ainda contou com a presença de diáconos e seminaristas da Arquidiocese.

Pouco antes do início da celebração, a jovem Mariana Soares Pereira, coordenadora do Grupo Jovem Água Viva, de Bicas/MG, contou o que a trouxe, pela segunda vez, ao evento. “É muito bom participar, a sensação é ótima, estar mais perto de Deus e de outros jovens. Sinto que estamos fazendo os passos que Jesus fez por nós. Ele sofreu e também nós passamos por obstáculos nessa caminhada, dá vontade de desistir, mas continuamos, tudo por Ele”.

Em entrevista, Dom Gil ressaltou o crescimento da Via-Sacra a cada ano, tanto em número de participantes quanto em espiritualidade. “Os jovens vão assumindo cada vez mais o sentido de caminhar com Cristo, subindo o morro que representa o Morro do Calvário, mas também o Morro da Ressurreição. Este é, aliás, o sentido da Quaresma: a caminhada com Cristo até a Páscoa”.

Durante sua homilia, o pastor conclamou os presentes a estarem próximos a Cristo, em oração, para terem forças para encarar qualquer Via-Sacra que a vida imponha. O arcebispo metropolitano ainda lembrou que as reflexões da caminhada quaresmal seriam iluminadas pela palavra “misericórdia”, lembrando o Jubileu Extraordinário proposto por Papa Francisco.

Após a celebração, os presentes subiram em cortejo rumo ao Morro do Cristo. Durante o trajeto, foram entoados cânticos de louvor e refletidas as 15 estações da Via-Sacra, cada qual contemplando um dos momentos da condenação, Paixão e morte de Jesus. Na chegada ao cartão-postal de Juiz de Fora, houve a meditação da 15ª estação: a ressurreição de Cristo. No local, Dom Gil deu a bênção final àqueles que concluíram a Via-Sacra.

Clique aqui e confira as fotos da caminhada ao Morro do Cristo.

Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Veja Também