Vaticano apresenta programação do Dia de Oração pelo Líbano

*Coletiva de imprensa para a apresentação do dia de reflexão e oração pelo Líbano / Foto: Reprodução Youtube – Vatican Media
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Dia de Reflexão e Oração pelo Líbano, em 1º de julho próximo, terá um momento de oração ecumênica pela paz. A programação foi apresentada nesta sexta-feira (25), em uma entrevista coletiva na Sala de Imprensa da Santa Sé.

O encontro foi anunciado pelo Pontífice no último dia 30 de maio. Estarão com o Papa no Vaticano representantes cristãos do Líbano para discutir a situação do país e rezar pelo dom da paz e da estabilidade.

A abertura será na Casa Santa Marta, com a saudação do Papa Francisco aos responsáveis das comunidades cristãs libanesas e aos membros das delegações. Na Basílica de São Pedro, um breve momento de oração antes de duas sessões que serão realizadas pela manhã, no Palácio Apostólico.

Após o almoço na Casa Santa Marta, a terceira e última sessão, também no Palácio Apostólico. Os trabalhos se encerrarão com a oração ecumênica pela paz, na Basílica de São Pedro.

Coletiva de imprensa

Segundo o prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais, Cardeal Leonardo Sandri, esse acolhimento de Francisco insere-se em um percurso de atenção ao País dos Cedros que vem de longe.

Presente na coletiva de hoje, o cardeal recordou o Sínodo Especial para o Líbano, celebrado em Roma em 1995. Depois, em 1997, a exortação apostólica “Uma nova esperança para o Líbano”, escrita por São João Paulo II e entregue durante sua viagem ao país. Também Bento XVI esteve no Líbano para assinar e entregar o documento conclusivo do Sínodo Especial para o Oriente Médio – Ecclesia in Medio Oriente – em 2012.

“Há 30 anos a situação era dramática, ouvimos, mas parece que lemos uma notícia dos nossos dias. A comunidade cristã, em todas as suas componentes, se interroga, reflete e reza: o faz nas pessoas dos líderes das respectivas Igrejas e Comunidades eclesiais, que veem a Roma não trazendo somente a si mesmos, mas o grito de um povo que certamente os acompanham em oração”, disse o cardeal Sandri.

Programação do evento (horário local)

8h30 – Santa Marta – saudação do Papa Francisco aos responsáveis das comunidades cristãs libanesas e aos membros das delegações

9h – Basílica de São Pedro, breve momento de oração

10h – Palácio Apostólico (I sessão)

11h05 – Intervalo

11h20 – Palácio Apostólico (II sessão)

13h – Almoço na Casa Santa Marta

16h30 – Palácio Apostólico (III sessão)

18h – Basílica de São Pedro, oração ecumênica pela paz

*Fonte: Site da Canção Nova

Veja Também