ACI

O Núncio Apostólico na Ucrânia, dom Visvaldas Kulbokas, numa entrevista à Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), descreveu a situação em Kiev, afirmando que desde 24 de fevereiro, todos os dias e todas as noites tem havido ataques de foguetes em diferentes partes da cidade.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email