Seminário Santo Antônio completa 94 anos neste domingo, 1º de março

0

O Seminário Arquidiocesano Santo Antônio de Juiz de Fora celebra neste domingo, 1º de março, seus 94 anos de fundação. Foi nessa data, do ano de 1926, que Dom Justino José de Santana, primeiro bispo de Juiz de Fora, quis logo no início de seu ministério fundar um seminário. Desde então, a instituição formou o Clero desta Igreja Particular e de diversas outras dioceses do Brasil.

Em 1969, a Arquidiocese deu os primeiros passos para transformá-lo em Seminário Maior, criando o curso de Filosofia. Em 1971, foi iniciado o Curso de Teologia. Isto possibilitou aos seminaristas completarem todo o percurso da formação presbiteral no mesmo local.

A década de 80 foi de grande riqueza para o Seminário. Dentre as conquistas desse tempo destacam-se a descoberta da pequena comunidade como lugar ideal da formação presbiteral; uma definição mais nítida entre a formação intelectual e as outras dimensões da formação trouxe enriquecimentos da ação pedagógica; a redefinição do papel do padre formador dos seminaristas; o eixo integrador da pastoral em todas as etapas da formação; a participação de psicólogos para a melhor formação humano-afetiva dos seminaristas; a importância singular da direção espiritual.

O atual Reitor do Seminário, Monsenhor Luiz Carlos de Paula, comentou sobre a data festiva especial para a Casa de Formação. “Pedimos a Deus que continue abençoando nosso Seminário para que seja sempre esse lugar de aprofundamento da nossa fé.”

O Vice-Reitor do Seminário e coordenador do Curso de Teologia, Padre Antônio Camilo de Paiva, em entrevista, falou sobre os frutos desses mais de 90 anos de formação. São muitos padres passaram pelo local e também bispos, dentre eles foram lembrados: Monsenhor Miguel Falabella, dom Eurico dos Santos Veloso, Dom João Justino de Medeiros Silva, Dom Roberto José da Silva, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, também, Monsenhor Hernani, Dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues, que trabalharam no Seminário.

Padre Camilo ressalta ainda, a formação humana oferecida pelo Seminário. “O Seminário visa a promoção humana da pessoa e aqueles ex-seminaristas que são leigos atuantes, que são professores, que ajudam a formar a opinião pública e ainda leigos que fizeram (o curso de) Filosofia e hoje são professores brilhantes. Então é um dia de prestar a ação de graças a Deus por esse seminário por esses homens.”

O Reitor do Seminário, Monsenhor Luiz Carlos, pede que todos incluam neste domingo, essa Casa de Formação em suas orações. Não haverá comemoração especial, mas como todos os domingos ocorre será celebrada, às 19h, santa missa na Capela do Seminário. Porém na segunda-feira (2), Dom Gil preside a santa Missa às 7h, com a presença do conselho de formação e de todos os seminaristas.

Fonte: Site da Rádio Catedral de JF

Conteúdo Relacionado
X