“Receber o amor da família para que o padre seja um perito em humanidade”, diz Reitor do Seminário no encontro com famílias dos seminaristas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Seminário Arquidiocesano Santo Antônio recebeu, neste domingo (18), as famílias dos seminaristas para uma manhã de convivência. O encontro é promovido todos os anos, com momentos de oração, confraternização e acolhimento.

Crianças, idosos, pais, mães, irmãos e sobrinhos, cientes de sua importância, estiveram ocupando o auditório do seminário para apoiar os futuros padres em sua caminhada vocacional. Eles foram recepcionados pelo Reitor do Seminário, Padre Antônio Camilo de Paiva, e demais formadores, afim de que, com o momento de animação e vivência de comunhão, compreendessem melhor a dinâmica formativa, as funções do seminarista e do padre, e também o valor de seu suporte.

“Nesse primeiro momento mostrar para os pais que os filhos estão sendo formados para ser homens especiais, homens que são capazes de se virarem sozinhos. Sabem fazer tudo, lavar, passar, costurar; sabem rezar e ensinar a rezar; sabem estudar e ensinar a estudar sabem amar e ensinar a amar. Esse objetivo que nós pretendemos com esse encontro, fazer com que a família esteja afinada, e nós com as famílias, na formação dos futuros pastores” explicou Padre Camilo, em entrevista.

Além disso, em sua fala de acolhida, o reitor frisou que a família é a primeira formadora e segue participando da formação do sacerdote. “Receber o amor da família, o reconhecimento da família, a benção da família é muito importante para que o padre seja um perito em humanidade, um construtor de relações humanas”, afirmou.

O seminarista Janderson Araújo Lima, do 4º ano de Filosofia, teve o privilégio de levar toda sua família, ao todo nove pessoas. Ele comentou sobre a alegria de estarem juntos celebrando mais uma vez. “É o quarto ano em que eu participo deste encontro das famílias. É sempre uma grande alegria. Um momento de renovar as nossas forças, de renovar a nossa fé, e de estar perto daqueles que são apoio para nós, a nossa família. […] Na minha vocação tenho bastante apoio da minha família e nesse sentido a gente consegue fazer uma boa caminhada de fé”.

Animada e alegre, Maria das Graças Araújo, mãe de Janderson, falou sobre sua felicidade de estar no local e sobre sua contribuição para formação, bem como destacado anteriormente.  “Está sendo uma manhã maravilhosa, primeiramente por estra na presença de Deus e por estar aqui com toda minha família. É uma honra estar aqui e ter ele nessa caminhada de padre. Tudo que tem eu participo. Sempre eu tô aqui com ele, dando apoio, né? O principal”.

O encontro das famílias foi encerrado com a Santa Missa, presidida por Dom Gil Antônio Moreira, Arcebispo de Juiz de Fora, que fez questão de estar no local. Ele agradeceu os presentes, também a perseverança dos jovens e reafirmou o seminário tem para com todos eles. Em seguida todos foram convidados para o almoço.

Confira mais imagens do momento em nossa galeria.

Veja Também