Primeira Missa de Maria Mãe da Igreja, como Padroeira da Província Eclesiástica de Juiz de Fora, acontece na Catedral

A Igreja celebra, na segunda-feira após Pentecostes, a memória da Bem-aventurada Virgem Maria, Mãe da Igreja, festa estabelecida pelo Papa Francisco no início de 2018. Neste ano, a data foi recordada em 29 de maio e, pela primeira vez, foi comemorada de forma comum pela Província Eclesiástica de Juiz de Fora. Isso porque, no último mês de fevereiro, essa devoção mariana foi anunciada como Padroeira da união entre a Arquidiocese de Juiz de Fora e as dioceses de Leopoldina e São João del-Rei.

Na Catedral Metropolitana de Juiz de Fora, a Missa Festiva foi presidida pelo Arcebispo e Metropolita, Dom Gil Antônio Moreira. Da celebração participaram todos os seminaristas das três Igrejas Particulares e representantes do clero das três dioceses. O Coral Benedictus também marcou presença.

Dom Gil demonstrou a sua satisfação e destacou detalhes da grande festividade. “Essa celebração encheu o nosso coração de alegria. Nós pedimos ao Papa Francisco para termos o privilégio de ter Maria, Mãe da Igreja como padroeira da nossa Província e ele nos enviou um decreto no dia 23 de janeiro passado. Em 29 de maio de 2023 é a primeira data em que nos reunimos para celebrar a festa de nossa padroeira. Que ela interceda junto de Deus pela nossa Província Eclesiástica, conseguindo muitas vocações sacerdotais e vocações laicais para o crescimento do Reino de Deus”, finalizou, com entusiasmo.

“Durante toda a celebração conduzida por Dom Gil, com muita espiritualidade, eu me lembrava de São Luís Maria Grignion de Montfort, quando ele nos fala que, na ordem natural das coisas, nós temos uma mãe, e na ordem sobrenatural, Deus nos dá uma Mãe, Ele nos dá a melhor mãe, que é a sua própria Mãe. Então, durante essa missa, eu pude realmente rezar em meu coração com a consciência amorosa de que Maria é a melhor mãe que nós temos, a Mãe de Deus, nossa Mãe, Mãe da Igreja. Hoje tomamos ainda mais consciência da importância da intercessão da Virgem Maria, nossa Mãe”, revelou o Reitor do Seminário Maior Nossa Senhora de Guadalupe, da Diocese de Leopoldina, Padre Antônio Marques de Queiroz.

Para o Reitor do Seminário São Tiago, Diocese de São João del-Rei, Padre Javé Domingos, foi uma alegria muito grande a participação de sua diocese nesta Santa Missa. “Unidos aos irmãos de Juiz de Fora e de Leopoldina, celebrando assim a nossa fé, a nossa fraternidade e Nossa Senhora, que passa a ser nossa padroeira. Ela, que acolheu a Igreja nascente no alto da Cruz e, também, em Pentecostes, possa acolher as nossas Igrejas Particulares e nos guiar no caminho do Evangelho. É uma alegria ter Nossa Senhora em nossas vidas e também na proteção de nossas dioceses”, destacou.

Acesse nossa galeria de fotos e confira outras imagens da missa.

*Com informações do site da Catedral Metropolitana

Veja Também