Preparação para o Natal: novena, presépio e eventos especial

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

A palavra Advento quer dizer o que está para vir. O tempo do Advento é para toda a Igreja a vivência do mistério de espera e preparação da vinda de Cristo. Neste tempo todas as atenções estão voltadas para a preparação dos lares e terrenos onde o Senhor possa habitar.

Em vista disso, muitas programações especiais são realizadas, como a novena de natal. Todos os anos a Arquidiocese de Juiz de Fora elabora e disponibiliza um material para que as paróquias e demais grupos adentrem no ambiente do nascimento de Cristo.

Cartaz oficial da Novena de Natal 2022.

“Vamos procurar participar intensamente da novena preparatória do Natal deste ano com todo o nosso coração, convidando os vizinhos, os amigos, a nossa família para rezar juntos. Celebrar natal significa entrar em comunhão com Deus, através da oração, da fraternidade e da caridade”, escreveu o Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, na carta de abertura e apresentação da Novena 2023.

Este material, que tem como tema “Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz!” e lema “Vocação: graça e missão”, está disponível nas paróquias que encomendaram os livrinhos impressos.

Sinal visível

Na semana passada, pouco depois do início do Advento, o Santo Padre comentou sobre os dois principais elementos que formam a decoração de Natal: árvore e presépio. “Na sua genuína pobreza, o presépio nos ajuda a reencontrar a verdadeira riqueza do Natal e a purificar-nos de tantos aspectos que contaminam a paisagem natalina. Simples e familiar, o presépio chama a atenção para um Natal diferente daquele consumista e comercial: é outra coisa; recorda quanto nos faz bem cultivar momentos de silêncio e de oração em nossos dias frenéticos”, explicou Francisco.

Desde 2016, os Arautos do Evangelho de Juiz de Fora expõem uma versão com som, luz e movimento. O presépio é totalmente automatizado e narra, resumidamente, toda vida de Jesus. Suas apresentações são realizadas sempre após as missas dos sábados, às 17h e 18h30 e no domingo, 8h, 11h, 17h e às 18h30; durante a semana é necessário agendamento, através do seguinte telefone: (32) 99835-6412.

A Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro fica na Alameda Santo Antônio, 200, Bosque do Imperador, em Juiz de Fora.

Cantata e Feira de Natal

A Paróquia Nossa Senhora do Rosário, no bairro Granbery, está realizado uma Feira de Natal no salão da igreja. No local, de quinta a domingo, são vendidos itens de artesanato e quitutes culinários.

Seu funcionamento acontece até o dia 18 deste mês, das 15h às 19h, nas quintas e sextas-feiras, e das 9h às 12h, aos sábados e domingos.

Outra tradição desta época, são as cantatas. Santo Agostinho dizia que “Quem canta, reza duas vezes”, dada a importância que a música possui para ajudar o ser humano.

Na Paróquia Nossa Senhora da Glória, situada na região central de Juiz de Fora, promove dois concertos neste mês, o primeiro neste domingo, logo após a Missa das 19h30, com apresentação do Quarteto Scherzo. Já no dia 17, às 19h30, o Coral Musicare (infantil e adulto), sob a regência do Pe. José Torres, C.Ss.R., apresenta um Auto de Natal.

Nas Paróquias Santa Ana, do bairro Vila Ideal, e São José, da cidade de Bicas, os cantos natalinos ficam por conta das crianças da catequese. Na comunidade de Juiz de Fora, a apresentação será na Missa da noite de natal (24), às 20h. Em Bicas, será neste domingo (11), às 10h, na celebração Eucarística da Matriz.

Da mesma forma acontecem as Cantatas da Catedral. A primeira será já neste sábado (10), logo após a missa das 17h. As crianças também se apresentam no dia 16 de dezembro, depois da celebração das 19h. Nos dois dias a Catequese vai arrecadar panetones, que serão encaminhados para a composição das cestas de Natal do SOS Cristão.

Muitas outras atividades estão sendo programadas em nossa Arquidiocese e, em breve, serão divulgadas. No mais, vale lembrar que, no Advento, a Igreja faz um apelo aos cristãos, a fim de que vivam de maneira mais profunda a vigilância na fé, a conversão e a caridade.

Veja Também