Paróquia de Goianá segue na preparação para grande festa de seu Jubileu

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Há mais de nove meses a Paróquia Santo Antônio, em Goianá (MG), vem se preparando para seu jubileu em comemoração aos 150 anos da construção da primeira igreja Dedicada a Santo Antônio e para a 131ª festa de Santo Antônio.

Para celebrar o jubileu foi realizada uma novena de Missas, sempre no dia 13, a cada mês com um padre diferente que tivesse algum tipo de relação com a paróquia. Nesta sexta-feira (13), se encerra a novena. No dia que a Igreja faz memória de Nossa Senhora de Fátima, a Missa será às 19h, na Matriz, presidida pelo Vigário Paroquial da paróquia São Miguel e Almas, Pe. Rafael Nascimento.

Padre Miguel Souza Lima Campos, Administrador Paroquial, afirmou que este tem sido um tempo bom para a comunidade paroquial para fazer memória do passado e para poder festejar e viver melhor.

Ele também comentou sobre a festa do padroeiro, que já teve sua programação divulgada e contatará com grande festa, incluindo Show de Colo de Deus e Art e Louvor. “Graças a Deus, esse ano, a expectativa é bem grande para a festa, para a trezena, até mesmo a festa social, já que estamos num momento muito bom, vencendo a pandemia, num momento de maior tranquilidade. A expectativa é grande para que a gente possa festejar se reunir e celebrar esse momento que é tão bonito e tão marcante para a cidade de Goianá e também para a paróquia”.

Ano de Santo Antônio

O sacerdote ainda recordou que estamos no ano dedicado a Santo Antônio, em preparação para os 100 anos da Diocese e para melhor viver este tempo, o Arcebispo Metropolitano convidou padres das paróquias dedicadas ao santo padroeiro da Arquidiocese de Juiz de Fora para compor uma comissão que pensaria em iniciativas para este ano.

Dentre as atividades propostas pela Comissão estão: Missas Votivas, a trezena de Santo Antônio e o tema da sinodalidade. “No dia 13 de junho vamos falar da liturgia do dia, mas também da Sinodalidade, que é uma convocação que o Papa Francisco tem nos chamado, e também pelo II Sínodo que nós estamos vivendo na Arquidiocese. Este tema, os cem anos da Diocese e este ano de Santo Antônio são coisas que estão bastante interligadas”, explicou Padre Miguel.

Sobre a trezena, ele esclareceu que ela já está disponível para todas as paróquias e fieis que desejarem rezá-la. “Ela traz os sacramentos da Igreja, a devoção a Virgem Maria e aos santos e as virtudes teologais. Mostrando que uma das principais características da Igreja é ser sacramento de salvação, é oferecer os sacramentos que são essa ponte para a vida eterna”. Clique aqui e confira.

Veja Também