Nono aniversário de morte de João Paulo II

jpauloii
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Nesta terça-feira (2), os católicos lembram o nono aniversário de morte de João Paulo II. O polonês Karol Wojtyla, morto em 2 de abril de 2005, foi responsável pelo terceiro pontificado mais longo da história da Igreja Católica – quase 27 anos – sendo sucedido por Bento XVI.

A data foi lembrada por Papa Francisco na audiência geral, na Praça de São Pedro, quando saudou os peregrinos polacos e evocou a figura de João Paulo II, lembrando a proximidade de sua canonização. “Imitando Cristo, ele foi para o mundo um pregador incansável da Palavra de Deus, da verdade e do bem, até mesmo com o seu sofrimento. Foi esse o magistério da sua vida, a que o povo de Deus respondeu com grande amor e estima. Que a sua intercessão reforce em nós a fé, a esperança e o amor!”.

O vigário geral da Arquidiocese de Juiz de Fora, Monsenhor Luiz Carlos de Paula, exalta a imagem do papa polonês, lembrando o adjetivo recebido por ele graças a suas 104 viagens internacionais: o Papa peregrino. “João Paulo II marcou como o grande missionário de Jesus Cristo. Ele foi exemplo de missionário, percorrendo o mundo inteiro sempre incentivando, até seu último momento da Terra, que todos pudessem assumir o Batismo e assumir, realmente, a missão evangelizadora”, destaca.

Beatificado pelo então Papa Bento XVI em 1º de maio de 2011, João Paulo II será proclamado santo, em 27 de abril, em cerimônia presidida por Papa Francisco na Praça São Pedro. Na ocasião, também será canonizado o Papa João XXIII.

 

Outras informações:

Assessoria de Comunicação Arquidiocese Juiz de Fora – (32) 3229-5450

 

Veja Também