“Esperamos o Papa de braços abertos”, diz bispo romeno

0

A Viagem Apostólica de Francisco à Romênia, com início na próxima sexta-feira (31), será a 30ª de seu Pontificado. É o segundo Papa, depois de São João Paulo II, em 1999, a visitar um país que conta atualmente com cerca de 20 milhões de habitantes, a maior parte deles ortodoxos, 86%. Os católicos são cerca de 7,3%.

O primeiro dia do Papa será na capital Bucareste: uma etapa ecumênica e também um encontro no final da tarde com a comunidade católica, com a celebração da Missa na Catedral de São José. Na parte da manhã, a cerimônia de boas-vindas do presidente da República, Klaus Werner Iohannis, o encontro com o primeiro-ministro, seguido pelo encontro com as autoridades, a sociedade civil e o corpo diplomático.

Na parte da tarde, a visita ao Patriarcado Ortodoxo Romeno, onde uma placa recorda o encontro do patriarca Teoctist com São João Paulo II, em 1999. Lá, o Pontífice terá um encontro privado com o patriarca ortodoxo romeno, Daniel, e na sequência, com o Sínodo permanente da Igreja Ortodoxa Romena.

O Papa desloca-se, então, para a nova catedral ortodoxa, a Catedral da Salvação do Povo, que embora ainda não concluída, foi inaugurada em 2018 por ocasião do centésimo aniversário de formação da assim chamada “Grande Romênia”. Na lista de doadores para a construção, consta inclusive o nome de João Paulo II, que fez uma doação durante sua Visita Apostólica. Ali haverá uma saudação do Papa e a oração do Pai Nosso.

O arcebispo Ioan Robu, arcebispo e metropolita da Arquidiocese latina de Bucareste, sublinha a atmosfera de alegria e expectativa que reina no país. “Se eu pensar em nossas comunidades católicas e não só, eu diria que se respira uma atmosfera de alegria. Ter o Santo Padre entre nós, o Papa Francisco, é um grande privilégio. Sabemos que o Santo Padre goza de grande estima em nosso país, e não apenas da parte dos católicos. Por isso todos o aguardamos de braços abertos: o Estado, com o atual presidente, a Igreja Ortodoxa, as dioceses para onde o Santo Padre irá; todos estão se preparando para que a visita do Santo Padre seja uma grande festa para nós”.

Papa envia mensagem em vídeo para fiéis da Romênia

Em mensagem em vídeo divulgada na segunda-feira (27), em italiano, o Papa começa saudando cordialmente o povo da Romênia, um “país belo e acolhedor”, e afirma que fará a visita “como peregrino e irmão”. O Papa então citou os irmãos Pedro e André, os Apóstolos de Cristo, para falar dos laços de fé que unem os cristãos.

“Aguardo com grande expectativa e alegria poder encontrar o Patriarca e o Sínodo Permanente da Igreja Ortodoxa Romena, como também os pastores e os fiéis católicos. Os laços de fé que nos unem remontam aos Apóstolos, em especial, o vínculo que uniu Pedro e André, que, segundo a tradição, levou a fé às terras de vocês. Irmãos de sangue, eles também derramaram o sangue pelo Senhor. E, entre vocês, foram tantos os mártires, mesmo nos últimos tempos, como os sete bispos greco-católicos que terei a alegria de proclamar Beatos. Tudo o que sofreram, a ponto de oferecer a vida, é uma herança muito preciosa para ser esquecida. E é uma herança comum, que nos chama a não nos distanciarmos do irmão que a compartilha”.

O Papa Francisco finalizou a mensagem, assegurando proximidade na oração e enviando a sua bênção, além de enaltecer o percurso que será feito durante a viagem – uma caminhada conjunta: “Vou até vocês para caminharmos juntos. Caminhamos juntos quando aprendemos a preservar as raízes e a família, quando cuidamos do futuro dos filhos e do irmão que está ao lado, quando vamos além dos medos e das suspeitas, quando derrubamos as barreiras que nos separam dos outros”.

*Fonte: Site do Vatican News

Conteúdo Relacionado
X