Esmoleiro do Papa doa leite e iogurte a religiosas que vivem em isolamento devido ao Covid-19

0

Na manhã desta terça-feira (24), o esmoleiro do Papa Francisco, cardeal Konrad Krajewski, se dirigiu ao Instituto das Filhas de São Camilo, na cidade metropolitana de Grottaferrata, e também à Congregação das Angélicas de São Paulo, em Roma. Desde sexta-feira (20), as duas comunidades foram colocadas em isolamento porque muitas das religiosas deram positivo ao teste de coronavírus.

Segundo um comunicado da Sala de Imprensa da Santa Sé, o cardeal Krajewski levou alguns produtos das Vilas Pontifícias de Castel Gandolfo, como leite fresco e iogurte, para mostrar a proximidade e o afeto do Papa Francisco neste momento de dura provação e dificuldade.

Mais de 50 casos positivos

Segundo o jornal italiano católico Avvenire, o assessor sanitário da Região do Lazio, Alessio D’Amato, comunicou na última sexta-feira (20) que foram confirmados 59 casos positivos nas duas comunidades: 40 na Casa Geral das Filhas de São Camilo e 19 casos positivos entre as Irmãs Angélicas de São Paulo. “Estamos enfrentando a situação com muita serenidade. No complexo de tudo, posso dizer que estamos bem. Temos três irmãs internadas, enquanto que aquelas positivas que ficaram em casa não estão em condições graves, algumas delas não têm nem mesmo sintomas”, tranquilizou Irmã Bernadette Rossoni, postuladora geral das Filhas de São Camilo e da causa de canonização da fundadora, Santa Giuseppina Vannini.

Doações ao lar de idosos

A mesma doação aconteceu aos idosos e doentes da Casa de Repouso João XXIII, administrada pela Associação das Irmãs da Caridade. O local também foi colocado em quarentena, depois de dois casos positivos ao Covid-19 entre os operadores sanitários.

Fonte: Site Vatican News

Conteúdo Relacionado
X