Abertura do Ano Jubilar Centenário da Arquidiocese de Belo Horizonte tem início nesta terça-feira (9)

0

A Arquidiocese de Belo Horizonte celebra 100 anos de história no dia 11 de fevereiro, neste ano de 2021, com a abertura do Ano Jubilar Centenário, e programação especial vivida nas paróquias, celebradas nas instituições arquidiocesanas e em muitas instituições da sociedade.

Na abertura do Ano Jubilar, celebrações especiais serão vividas na Catedral Cristo Rei, em construção na Av. Cristiano Machado, Vetor Norte da Capital. Para participar presencialmente das celebrações, os fiéis precisarão realizar agendamento pelo número (31) 98979-0167 (WhatsApp). Também será possível acompanhar através da TV Horizonte e das redes sociais.

A transferência da igreja-catedral

No dia 11 de fevereiro, se proclamará, solenemente, o decreto de transferência da Catedral Provisória. Uma procissão motorizada partirá da Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem, às 16h30, para levar o decreto canônico que transfere o título de igreja-catedral para a Catedral Cristo Rei. Às 18h, o Arcebispo Metropolitano Dom Walmor Oliveira de Azevedo preside a cerimônia de transferência da igreja-catedral.

No projeto original, a Catedral Cristo Rei ficaria nas proximidades onde hoje é a Praça Milton Campos e seria uma réplica da Basílica de São Pedro. Mas desafios e dificuldades da época adiaram o sonho. A partir de um novo projeto arquitetônico, assinado por Oscar Niemeyer, e com a proposta de ser espaço para fortalecer ainda mais os serviços que a Igreja dedica às comunidades, especialmente aos mais pobres, centro de espiritualidade e evangelização missionária, a partir da comunicação e da cultura, a Catedral Cristo Rei começou a ser edificada em 2013. Com o avanço das obras, a Catedral já contribui com a realização de ações solidárias e acolhe fiéis para celebrações especiais, momentos formativos e realização de eventos missionários.

Algumas famílias, representando tantas outras contempladas pela ação solidária “Dai-lhes vós mesmos de comer”, vão partilhar um almoço na Catedral Cristo Rei, no dia 12 de fevereiro, às 11h. Desde o início de sua edificação, a Catedral Cristo Rei acolhe os mais pobres em ações solidárias. No Natal do ano passado, por exemplo, foi servido almoço para pessoas que vivem nas ruas.

Ordenação de Bispos Auxiliares, de Diáconos permanentes e plantio de jequitibás

Na manhã do dia 11 de fevereiro, às 9h, o Arcebispo de Belo Horizonte e os Bispos Auxiliares plantarão mudas de jequitibá – árvore que simboliza jubileu centenário – na Catedral Cristo Rei. Os jequitibás integrarão o conjunto paisagístico da Catedral Cristo Rei. O plantio também simboliza o compromisso da Arquidiocese de Belo Horizonte com a defesa e promoção da vida, em todas as suas etapas, e do meio ambiente.

Em seguida, às 10h, Monsenhor Nivaldo dos Santos Ferreira será ordenado Bispo. O sacerdote da Arquidiocese de Belo Horizonte, Monsenhor Nivaldo foi nomeado bispo auxiliar da Arquidiocese pelo Papa Francisco, em dezembro do ano passado. No mesmo dia, também foi nomeado bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte o monsenhor Júlio César Moreira, atualmente padre da Arquidiocese de Brasília. Monsenhor Júlio César será ordenado bispo na Capital Federal, dia 13 de fevereiro, durante Missa celebrada na Catedral Nossa Senhora Aparecida, às 10h.

No dia 11, às 19h30, na Catedral Cristo Rei, Dom Walmor preside Missa em que sete fiéis, após passarem por denso processo formativo, com estudos em teologia e filosofia, serão ordenados diáconos permanentes. Os diáconos permanentes são homens casados, com reconhecidas contribuições em suas comunidades de fé, que consagram suas vidas a serviço da Igreja, do anúncio do Evangelho e do cuidado com os mais pobres.

Clique aqui e confira a programação completa.

Fonte: Site da Arquidiocese de Belo Horizonte

Conteúdo Relacionado
X