Monsenhor Hernani comemora 70 anos de sacerdócio

0

No próximo domingo, 9 de dezembro, uma festa muito especial será realizada na Paróquia São José, no Bairro Costa Carvalho, em Juiz de Fora. Serão celebrados, na ocasião, os 70 anos de sacerdócio de Monsenhor Hernani de Oliveira, o padre com mais tempo de ordenação em nossa Igreja Particular na atualidade. Em toda a história da Arquidiocese, esta é apenas a segunda vez que um sacerdote celebra este júbilo. O momento será presidido pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira.

Trajetória

Nascido em Bias Fortes (MG) em 18 de junho de 1923, é filho de Olegário Waldemar Oliveira e Carolina Augusta de Oliveira. Primogênito de seis irmãos, formou-se em Filosofia e Teologia no Seminário São José, em Mariana (MG).

Foi ordenado diácono em 1947 e padre em 8 de dezembro de 1948. Ao longo de sua caminhada, atuou por vários anos na Paróquia São José; foi professor de latim no Seminário Santo Antônio durante quase 30 anos (1949-1978) e também trabalhou durante uma década inteira na Casa de Saúde (1945-1955). Também foi professor de Ensino Religioso no Colégio Tiradentes da Polícia Militar e assistente do Movimento Familiar Cristão de Juiz de Fora, além de Conselheiro Espiritual das equipes de Nossa Senhora.

No Seminário Santo Antônio, conviveu com padres que hoje já são falecidos e que fizeram história em Juiz de Fora, como o capelão e radialista Wilson Valle da Costa, o Bispo Dom Altivo Pacheco Ribeiro e Martinho Reis Gaio. Exerceu também a função de Vigário Geral da Arquidiocese do final da década de 1960 até os últimos anos da gestão de Dom Geraldo Maria de Morais Penido. Nesse período, celebrou o Jubileu de Prata (25 anos de sacerdócio), sendo agraciado com o título de Monsenhor, solicitado por Dom Geraldo ao Vaticano. Em agosto de 2011, recebeu da Câmara Municipal o título de Cidadão Honorário de Juiz de Fora.

Opiniões

Recentemente, durante uma entrevista ao Setor de Comunicação da Arquidiocese, Monsenhor Hernani abordou vários pontos no que se refere à Igreja. Primeiramente, falou sobre a vocação sacerdotal, um dom que ele considera uma verdadeira graça divina. “Tudo depende da graça de Deus e da nossa procura de seguir um caminho de ser fiel àquilo que planejamos para nossa vida. O chamado à vida consagrada é uma graça extraordinária de Deus. Sou muito grato pelo apoio que sempre recebi dos irmãos e da comunidade a quem eu servi durante todo esse tempo”.

Ele comentou também a respeito das dificuldades que a Igreja, assim como qualquer outra instituição, enfrenta. “A Igreja é divina e humana. Quanto à santidade, não há nada do que reclamar. Agora, como ela tem a parte humana, e todo ser humano tem seus problemas, é claro que a Igreja carrega isso consigo. Tudo isso faz parte da nossa caminhada aqui na terra”.

Perguntado sobre Papa Francisco e a maneira como o Santo Padre vem governando desde que assumiu o pontificado, disse: “A Igreja é conduzida por Deus através de criaturas humanas, com erros e acertos. O que devemos fazer é procurar ser fiel e caminhar com tranquilidade, evitando tudo aquilo que possa denegrir a imagem da Igreja e que possa torná-la menos virtuosa diante do mundo moderno”.

O sacerdote falou ainda sobre a importância de se avaliar, de tempos em tempos, o que tem sido feito na Igreja e o que é preciso melhorar. É o que se propõe com a realização do 2º Sínodo Arquidiocesano. “Precisamos sempre fazer uma revisão do caminho que a Igreja está trilhando. Não podemos ficar parados, mas devemos sempre optar por aquilo que irá trazer alegria e tranquilidade para o nosso dia a dia”.

Por fim, Monsenhor Hernani deixou uma orientação para os jovens seminaristas e também para aqueles que pretendem um dia seguir a vocação religiosa. “Abertura e entrega. Confiança absoluta na graça de Deus, pois sem Ele nós não somos nada. Sem a presença de Deus em nossas vidas, em nada poderemos contribuir para o bem da humanidade”, finalizou.

Ação de graças

A missa comemorativa do próximo domingo (9) está marcada para as 10h, na Igreja São José. Em seguida, haverá distribuição de bolo e guaraná aos fiéis presentes. O endereço é Avenida Sete de Setembro, 288 – Costa Carvalho.

*Colaboração: Leandro Novaes

Conteúdo Relacionado
X