social facebook social twitter social youtube

Padres da Arquidiocese celebram missa de corpo presente do Cônego Maurício Corrêa Saraiva

*Colaboração: Leandro Novaes

DSCN8610Na manhã desta segunda-feira, 25 de junho, o arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu a missa de corpo presente do Cônego Maurício Corrêa Saraiva, na Capela São José, ao lado do Lar Sacerdotal. O momento foi concelebrado por vários padres da Arquidiocese de Juiz de Fora.

No início da celebração, o Padre Antônio Camilo de Paiva fez a leitura de uma breve biografia do sacerdote, que desde cedo seguiu a vocação religiosa. Dom Gil falou sobre a perda para o clero. “Deus chamou para si o Cônego Maurício Saraiva, que já estava idoso, com quase 90 anos de idade. Nos últimos anos, viveu no Lar Sacerdotal, sempre no silêncio e na oração. Ultimamente foi acometido por um agravamento no seu quadro de saúde, que o levou a ficar internado durante quatro meses. Nós entregamos nas mãos de Deus este homem, que dedicou sua vida a Cristo, pelo sacerdócio, dando o testemunho do espírito de conversão a cada dia. Pedimos a Deus que o leve para o Reino da Glória e que, de lá, ele possa interceder por nós que continuamos a vida na terra”.

Após a missa, familiares e amigos, juntamente com os padres celebrantes, permaneceram na capela velando o corpo do sacerdote. Por volta de 11h45, o féretro foi levado para o Cemitério Municipal para o sepultamento.

Biografia

Maurício Corrêa SaraivaNascido em Rio Pomba (MG) aos 27 de agosto de 1929, era filho de Antônio Marinho Saraiva e Liú Siú Corrêa Saraiva.

Fez os primeiros anos de estudo no Grupo Antônio Carlos, no Bairro Mariano Procópio, em Juiz de Fora (MG). Em fevereiro de 1941 entrou para o Seminário Menor Santo Antônio. Mais tarde, em 1946, iniciou o curso de Filosofia no Seminário Maior São José, em Mariana (MG), cursado até o ano seguinte, quando obteve o bacharelado. Ao findar o ano de 1951, concluiu o curso de Teologia na mesma instituição.

Foi ordenado Diácono em 3 de fevereiro de 1952 na Paróquia Nossa Senhora da Glória, em Juiz de Fora, e Presbítero em 8 de dezembro daquele mesmo ano, na Catedral, pelo então Bispo Diocesano Dom Justino José de Sant’Ana.

Exerceu o magistério no Seminário Santo Antônio; foi Prefeito de Estudos no Seminário Menor; primeiro capelão do Colégio Nossa Senhora do Carmo; e deu assistência espiritual à Casa de Saúde e Maternidade de Juiz de Fora durante mais de 30 anos.

Como Vigário Ecônomo, exerceu o ministério paroquial em Piau (MG). Foi o secretário para a aplicação do Plano de Emergência na Diocese de Juiz de Fora. Colaborou na assistência espiritual às comunidades de São João Nepomuceno (MG), Descoberto (MG), entre outras comunidades rurais.

Em 1967, Dom Geraldo Maria de Morais Penido, primeiro Arcebispo da Arquidiocese de Juiz de Fora, o distinguiu para ser um dos Cônegos Titulares do Cabido Arquidiocesano. Em 1974, obteve Licenciatura em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Dom Bosco, em São João Del Rei (MG).

Foi Vigário Cooperador da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, no Bairro Granbery (1978); Vigário Paroquial da Paróquia Santa Cruz, no Bairro Bandeirantes (1990-2003); Administrador da Comunidade Menino Jesus de Praga, no Bairro Poço Rico (1984-1990); Administrador da Paróquia Divino Espírito Santo, em Piau (1972); Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Cabeça, em Juiz de Fora (1979-1981); e Vigário Paroquial da Catedral Metropolitana (1981-1984).

Cônego Maurício residia no Lar Sacerdotal em Juiz de Fora, junto a outros padres e também o Arcebispo.


Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next