social facebook social twitter social youtube

56ª Assembleia Geral da CNBB é aberta em Aparecida (SP)

*Fontes: sites da CNBB e A12

Assembleia 1*Foto: Thiago Leon (A12).“Alegrai e exultai” é o convite que o Papa Francisco está fazendo a toda a Igreja para experimentar a alegria da santidade no dia a dia da vida. Desta forma também o arcebispo de Brasília (DF) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Cardeal Sérgio da Rocha, deu início à sua homilia na manhã desta quarta-feira (11), na missa de abertura da 56ª Assembleia Geral dos Bispos (AG). “Todos somos chamados à santidade nas diversas vocações e ministérios e felizes. Bem-aventurados são os santos”, disse.

Durante a celebração de abertura, o cardeal ainda questionou: “Por que alegrar-se em meio a tantos desafios, por que alegrar-se em meio a tantas situações de sofrimento?”. O próprio presidente enumerou as respostas: “Porque o Senhor ressuscitou, proclama a nossa Igreja. Porque a vida venceu a morte, o amor venceu o ódio, o perdão venceu a vingança, a esperança venceu o desânimo e a alegria venceu a tristeza. Por isso, nós nos alegramos: porque, unidos a Cristo e graças a Ele, nós também podemos superar os desafios e caminhar numa vida nova”.

Assembleia 2*Foto: Thiago Leon (A12).A Missa foi concelebrada pelo arcebispo de Salvador (BA) e vice-presidente da CNBB, Dom Murilo Krieger; pelo arcebispo de Aparecida (SP), Dom Orlando Brandes; pelos bispos de Santo André (SP), Dom Pedro Cipollini; de Lages (SC), Dom Guilherme Werlang; e o coadjudor de Montes Claros (MG), Dom João Justino de Medeiros, além do Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni d’Aniello.

Em seguida, todo o episcopado participante se reuniu para a sessão de abertura, no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida. Nesse local, os trabalhos serão desempenhados até o próximo dia 20 de abril para tratar principalmente da formação dos presbíteros na Igreja do Brasil.

Durante a sessão, Dom Sérgio da Rocha destacou que a assembleia é sempre uma experiência privilegiada de oração, partilha fraterna, estudo e reflexão para fortalecer a comunhão entre os bispos, para melhor servirem às Igrejas Particulares. Ou seja, um tempo especial de participação em vista da missão da Igreja no Brasil.

Sobre o tema central, “Diretrizes para a Formação de Presbíteros”, ele disse que a temática merece a atenção de todos, considerando não só a formação dos futuros presbíteros, mas a formação permanente dos atuais, sempre necessária.

O arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, participa da 56ª Assembleia da CNBB. O pastor está acompanhado do Frei Flávio Henrique de Castro, pmPN e do Padre Leonardo José de Souza Pinheiro, que é assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB.


Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next