social facebook social twitter social youtube

Missa dos Santos Óleos reúne arcebispo e clero arquidiocesano na Quinta-feira Santa

DSCN7169Na manhã dessa Quinta-feira Santa, 29 de março, a Missa dos Santos Óleos reuniu todo o clero arquidiocesano na Catedral Metropolitana de Juiz de Fora. Durante a celebração, presidida pelo arcebispo, Dom Gil Antônio Moreira, e que contou com a presença do arcebispo emérito, Dom Eurico dos Santos Veloso, os padres renovaram os seus compromissos como sacerdotes. Os diáconos e seminaristas da Igreja Particular de Juiz de Fora também participaram da Santa Missa, que ocorre uma vez ao ano nas catedrais de todo o mundo.

No início da celebração, foram instituídos ao seminarista Emerson Assis Braz os ministérios de leitor e acólito. Exercer ambas as funções é considerada uma etapa que antecede a ordenação diaconal dos candidatos ao sacerdócio.

DSCN7251Após a homilia e a renovação das promessas sacerdotais por parte dos presbíteros, Dom Gil abençoou os óleos dos Catecúmenos (usados nos batizados) e dos Enfermos (usados na Unção dos doentes) e consagrou o óleo do Crisma (usado no sacramento do Crisma e nas ordenações sacerdotais e episcopais). No fim da missa, uma porção dos Santos Óleos foi distribuída aos 11 vigários forâneos da Arquidiocese de Juiz de Fora, que, por sua vez, os repassaram aos padres das paróquias de cada forania.

Os óleos também foram entregues a Dom Gil, Dom Eurico e aos sacerdotes responsáveis ou que acompanham os trabalhos no Lar Sacerdotal Mater Christi, no Seminário Arquidiocesano Santo Antônio, no Mosteiro São Bento, na Capelania da Santa Casa de Misericórdia, na Capelania Militar e no Cenáculo São João Evangelista.

Em entrevista, o arcebispo metropolitano de Juiz de Fora destacou a importância dessa, também chamada ‘Missa da Unidade’, que expressa a comunhão diocesana em torno do Mistério Pascal de Cristo. “Significa primeiro a unidade da Igreja, do bispo com seu clero, que está presente em todas as paróquias, e também a bênção de Deus, Sua unção. Deus ungiu o Seu Filho, Jesus Cristo, e a unção de Cristo passa para todos aqueles que são batizados, que creem n’Ele”.

Na Missa da Ceia do Senhor, celebrada à noite, a Igreja dá início ao chamado Tríduo Pascal e lembra o episódio da Última Ceia, no qual Jesus Cristo ofereceu o seu Corpo e Sangue sob as espécies do Pão e do Vinho, e os entregou para os Apóstolos para que os tomassem, mandando-lhes também oferecer aos seus sucessores. Durante a celebração ocorre ainda a cerimônia do Lava-Pés e a transladação do Santíssimo Sacramento.


Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next