social facebook social twitter social youtube

9ª Via-Sacra Jovem reúne mais de cinco mil pessoas

DSCN5135No último domingo, 25 de fevereiro, o segundo da Quaresma, mais de cinco mil pessoas participaram da nona edição da Via-Sacra da Juventude ao Morro do Cristo, em Juiz de Fora. Antes mesmo da procissão, crianças, jovens e adultos já lotavam a Igreja Matriz Nossa Senhora de Fátima, na Cidade Alta, para assistirem à Santa Missa presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, que foi concelebrada por padres e contou com o auxílio de diáconos e seminaristas de nossa Igreja Particular.

Após a Celebração Eucarística, na qual o Evangelho contou o episódio da Transfiguração de Jesus, os milhares de presentes caminharam rumo ao Morro do Imperador. O trajeto foi embalado por músicas e pela oração da Via-Sacra, com a meditação das 14 estações da caminhada dolorosa de Cristo rumo ao Calvário. As reflexões foram feitas de acordo com o subsídio Campanha da Fraternidade 2018 e também recordaram a celebração do Ano Nacional do Laicato. A 15ª estação, que lembra a ressurreição, aconteceu na chegada ao Morro do Cristo, onde os presentes ainda puderam assistir a apresentações do Acampamento Juvenil, do Grupo Jovem Juppter e do Ministério de Dança Abdiel.

DSCN5198Dom Gil recordou que, há nove anos, na primeira Via-Sacra, estava internado e, do hospital, enviou uma mensagem aos jovens com o pedido de que aquela não fosse a única caminhada, mas que que continuasse todos os anos. “É uma grande alegria para mim, para toda a Arquidiocese e o clero ver essa juventude cada vez mais vibrante e mais aberta à mensagem de Cristo. Hoje nós podemos dizer aos jovens aquilo que Deus falou a Pedro, Tiago e João no alto da montanha: ‘este é meu Filho amado, escutai-o’. Escutar a Cristo é a única solução para este mundo tão complicado em que vivemos”. O arcebispo ainda ressaltou o verdadeiro sentido da transfiguração. “Fazer a experiência da transfiguração, da mudança de vida, é deixar Deus invadir a alma, Sua luz entrar no coração e depois descer o morro para evangelizar”.

O responsável pelo Setor Juventude Arquidiocesano, Padre Luiz Roberto Magalhães Leite, mais conhecido como Zucka, mostrou-se satisfeito com a presença da juventude e lembrou o sentido especial que a Via-Sacra Jovem ganhou dentro do Ano Nacional do Laicato. “Subir o morro no compromisso de que, quando a gente descer, nós temos um trabalho, um projeto a ser realizado. E acredito que cada via-sacra está fazendo a nossa juventude exatamente pensar nisso: é um caminho, mas um caminho que tem que ser concretizado com Jesus. Está aí essa grande multidão empolgada e, ao mesmo tempo, com esse compromisso no coração, de não fazer falhar a evangelização dos nossos jovens”.

Ao final da via-Sacra, ao dar a sua bênção aos presentes, Dom Gil convocou cada jovem a viver o que chamou de “Ano Missionário da Juventude”: cada um teria, a partir dali, a missão de, em 2018, conquistar mais um jovem para seu grupo. E lembrou: “Ano que vem será o décimo ano da Via-Sacra. Nós estamos preparando este aniversário com muita alegria, muito entusiasmo, porque é um momento de evangelização da juventude e de transformar o jovem em evangelizador”.


Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next