social facebook social twitter social youtube

Arquidiocese de Juiz de Fora ganha Pastoral Militar

Na última quarta-feira, 14 de fevereiro, foi criada na Arquidiocese de Juiz de Fora a Pastoral Militar. O anúncio foi feito pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, no município de Ewbank da Câmara (MG), durante a Santa Missa de posse do Padre Renato Alves Rodrigues, que será o primeiro assessor arquidiocesano da pastoral.

O sacerdote exerceu, durante oito anos, o cargo de capelão militar do Exército Brasileiro em Juiz de Fora e passará a compor a reserva a partir do próximo dia 26. Enquanto responsável pela pastoral recém-criada, desempenhará atividades similares às da capelania, junto ao Exército, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. “A Polícia e o Corpo de Bombeiros não têm um capelão próprio, então nós estamos criando essa pastoral para que o seu assessor possa trabalhar sempre em colaboração fraterna com o capelão do Exército e atender, assim, a todas essas forças e a seus familiares”, explicou Dom Gil.

O decreto de criação da Pastoral Militar ressalta que o “serviço de Assistência Religiosa é garantia fundamental, conforme o artigo 5º da Constituição Federal de 1988, sendo também previsto no Decreto Conciliar Christus Dominus e garantido pelo Acordo Diplomático celebrado entre o Brasil e a Santa Sé aos 13 de novembro de 2008”.

Além disso, a Constituição Apostólica Spirituali Militum Curae, promulgada pelo Papa João Paulo II aos 21 de abril de 1986, regulamenta este serviço para toda a Igreja afirmando: “têm direito a esse serviço, além dos militares, seus cônjuges e filhos, parentes e pessoas que habitem o mesmo teto, os que estão a serviço e todos os civis que prestam serviço à Polícia Militar”.


Outras informações:
Centro Arquidiocesano de Pastoral João Paulo II: (32) 3229-5466
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next