social facebook social twitter social youtube

Casa Bethânia é reinaugurada em novo local

CB1Na manhã do último dia 14 de dezembro foi inaugurada a nova sede da Casa de Passagem e Acolhimento Bethânia, localizada no Bairro Granbery. Estiveram presentes na ocasião o Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, padre David José Reis, diretores e colaboradores.

O novo espaço foi ampliado para atender a demanda, possibilitando maior conforto aos hóspedes, podendo desenvolver projetos de prevenção. Além de formar voluntários, ter maior distribuição nos espaços de atendimento, facilitar a convivência e integração dos hóspedes, assegurando-lhes a individualidade preservando o direito de “estar só”, o silêncio, o repouso. Todo o espaço novo garante não só a eficiência, mas a dignidade.

A Casa de Passagem Bethânia é uma entidade mantida pela Associação Angélica Lamóia de Carvalho – uma Associação Civil, de caráter beneficente, ou seja, sem fins lucrativos ou político-partidária.
Teve início em outubro de 2008, quando padre David, que era pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário e Capelão do Hospital Oncológico, sentiu a necessidade de um lugar para acolher as pessoas em vulnerabilidade, oriundas de outras cidades que faziam o seu tratamento de câncer em Juiz de Fora, junto com um grupo de voluntários que se colocaram à disposição para acolher estas pessoas.

CBA entidade acolhe as pessoas de duas formas. Primeiro, aquelas que vêm de outras cidades, através de veículos de suas respectivas Secretarias de Saúde, fazem o tratamento e ficam aguardando o retorno para suas cidades no mesmo dia. Estes são os “passantes” e são oferecidos repouso e alimentação. Em segundo lugar, pessoas que residem em cidades distantes e que ficaria inviável a viagem de volta no mesmo dia, necessitando de um local para pernoitar. Estas pessoas ficam de segunda a sexta-feira, quando retornam para suas cidades, permanecendo por todo o período necessário ao seu tratamento. Eles são chamados de “hóspedes” e recebem toda a alimentação, ou seja, café da manhã, almoço, lanche, jantar e ceia, tudo totalmente gratuito.

Atualmente, a Casa é dirigida por uma Diretoria Administrativa e Conselhos Geral e Fiscal. É registrada no Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) sob o número 148 e considerada de Utilidade Pública Municipal – através da Lei Municipal nº 11.995, de 31 de março de 2010, da Prefeitura de Juiz de Fora e de Utilidade Pública Estadual, nº 20.181, de 08.05.12.
Todo o serviço oferecido é totalmente gratuito e executado por uma equipe de mais de 50 voluntários e três funcionários. A Casa vive através de contribuições e doações.

A nova sede fica localizada na Rua Santos Dumont, 112, no Bairro Granbery.

 

 

Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next