social facebook social twitter social youtube

Três diáconos transitórios são ordenados na Arquidiocese de Juiz de Fora

29 10 OrdenaçãoNeste domingo, 29 de outubro, três seminaristas da Arquidiocese de Juiz de Fora darão um passo importante em sua caminhada vocacional. Felipe de Castro Costa, Fernando Augusto Martins da Silva e Samuel Carlos Moreira serão ordenados diáconos transitórios em Santa Missa Solene a ser realizada na Igreja Nossa Senhora da Glória, em Juiz de Fora, a partir das 15h.

O arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, presidirá a celebração, que ainda contará com a participação de padres, diáconos e outros seminaristas da Igreja Particular de Juiz de Fora. O reitor do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio, Padre Roberto José da Silva, também estará presente.

Depois de oito anos de Seminário, onde cursaram Filosofia e Teologia, a preparação dos aspirantes ao sacerdócio foi completada no último fim de semana, quando participaram de retiro no Mosteiro da Santa Cruz. Padre Geraldo Dondici Vieira, ex-reitor do Seminário Maior, foi o pregador do encontro, que também teve o apoio das irmãs beneditinas e a presença de Dom Gil.

Além da vocação sacerdotal, a ansiedade pela iminência do dia da ordenação e a forte presença da família no caminho percorrido até aqui aproximam ainda mais Felipe, Fernando e Samuel. Para todos eles, foi no ambiente familiar onde puderam aprender a ser cristãos e vivenciar a primeira experiência de Deus.

Felipe de Castro Costa, 25 anos, nascido e criado em Ewbank da Câmara (MG), afirma saber que o caminho não é fácil, mas que se torna gratificante. “Depois da semente lançada dentro do seio de minha família e de oito anos de caminhada na vida seminarística, agora através da oração, da reflexão e da contemplação me preparo para o recebimento do Sacramento da Ordem no ministério diaconal. Por este ministério nos tornamos melhores servidores de Jesus Cristo e de sua Igreja, que é o povo de Deus”.

Já Fernando Augusto Martins da Silva, 27 anos e oriundo da Paróquia São Sebastião, de Santos Dumont (MG), contou que rejeitava a possibilidade de se tornar padre e que descobriu sua vocação por uma sucessão de fatos durante a sua adolescência. Hoje, demonstra a alegria de estar prestes a receber o Primeiro Grau do Sacramento da Ordem. “Sabendo que a diaconia significa serviço, desejo me entregar cada dia mais ao Reino de Deus, servindo-O na pessoa dos irmãos e das irmãs. E, conforme o exemplo de São João Batista, que a minha alegria seja anunciar sempre o Cristo”.

O mais velho dos três seminaristas, Samuel Carlos Moreira, de 34 anos, nasceu em Lima Duarte (MG), mas também se refere com muito carinho à cidade de Aracitaba, onde viveu por 15 anos. Sua vocação surgiu ainda quando criança, mas amadureceu na fase adulta, inclusive no tempo em que ficou fora do Seminário. Chegou a trabalhar como professor substituto e secretário de uma escola em Simão Pereira, mas quando foi convidado a voltar ao Seminário Santo Antônio, não pensou duas vezes. “Sei como cresci, amadureci e hoje me sinto apto para receber o Ministério que a Igreja me confia. Tenho consciência de minhas limitações e fraquezas, mas confio inteiramente na misericórdia Divina que nunca me desamparou”.

Após a Ordenação Diaconal, os seminaristas continuarão a trabalhar nas paróquias em que hoje realizam seu estágio pastoral. Felipe permanecerá na Paróquia Nossa Senhora das Dores, em Lima Duarte, enquanto Fernando segue servindo à Paróquia Bom Pastor e Samuel, à Paróquia São Pedro. Durante aproximadamente seis meses, eles desempenharão as atividades de diáconos e, concomitantemente, se prepararão para receber o Segundo Grau do Sacramento da Ordem: o presbiterado.

A Igreja Nossa Senhora da Glória, que sediará a ordenação deste domingo (29), fica na Avenida dos Andradas, 855 – Morro da Glória.


Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next