social facebook social twitter social youtube

Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Juiz de Fora sedia Encontro do Regional Leste 2

*Colaboração: Assessoria de comunicação 
Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Juiz de Fora

Past. Carceraria outubro 2017A Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Juiz de Fora sediou, no último final de semana, dias 20 e 21 de outubro, o Encontro de Coordenadores, Assessores e Assistentes Religiosos (Arqui) Diocesanos do Regional Leste 2 (Minas Gerais e Espírito Santo) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O assessor eclesiástico da PCr Arquidiocesana, Padre Welington Nascimento, conduziu o encontro, juntamente com a assessora jurídica da coordenação colegiada do Regional Leste 2, Jaqueline Ricci Fra.

O objetivo do encontro foi promover uma formação continuada e integrada dos assessores e coordenadores(as), buscando um olhar interno das ações, organizações e articulações da Pastoral Carcerária na Igreja. O coordenador de Comunicação da PCr Nacional, Marcelo Naves, foi o assessor do encontro e propôs discussão sobre o tema da Campanha da Fraternidade 2018, “Fraternidade e Superação da Violência”.

Para ele, é importante o engajamento da Pastoral Carcerária na discussão do tema da CF 2018, pensando, em comunhão com a CNBB, como ela pode contribuir nessa temática e como pode interferir na sociedade e nas comunidades eclesiais para trazer tanto uma reflexão, como formas ativas de superação da violência.

“A Campanha da Fraternidade sempre é profética, ela incentiva a Igreja, os cristãos e toda a sociedade a denunciar tudo o que causa a morte, todo o pecado social, mas também anunciar a vida, anunciar uma sociedade em que todos tenham vida e vida em abundância. Então nada mais pertinente do que se ter uma superação da violência, justamente num momento em que a gente está cada vez mais consciente que as violências são estruturais”, ressaltou.

Marcelo destacou, ainda, que os sistemas carcerário, penal, de justiça e as polícias do país atualmente “se mostram extremamente violentos contra a população mais pobre, especialmente os jovens negros. Então é essencial a gente ter esse debate e entender que essa violência estatal, o genocídio da juventude negra e o encarceramento em massa devem ser riscados da pauta política”, completou.

Estiveram presentes mais de 20 representantes das cidades de Juiz de Fora, Belo Horizonte, Curvelo, Mariana, São João del-Rei, Uberlândia, Uberaba, Divinópolis, Patos de Minas, Itabira, Governador Valadares e Pouso Alegre.

Coordenação colegiada do Regional Leste 2

A assessora jurídica da coordenação colegiada do Regional Leste 2 e coordenadora do encontro, Jaqueline Ricci Fra, disse que momentos como esse são importantes para promover o intercâmbio entre os representantes da PCr, “para traçar e planejar as atividades. Além disso, o tema da CF 2018 tem tudo a ver com a Pastoral”, explicou.

Também participante da coordenação colegiada, Magda de Fátima e Oliveira ressaltou que a Pastoral Carcerária vai integrar muitos debates e trabalhos relacionados à Campanha. “A Pastoral precisa se preparar porque vai ser muito procurada para falar sobre o tema. Nosso papel é servir e defender a vida”, concluiu.


Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next