social facebook social twitter social youtube

Celebração e procissão arquidiocesanas celebram 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida

Na última quinta-feira, 12 de outubro, os brasileiros celebraram uma data muito especial: o Jubileu dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do Rio Paraíba do Sul. Na Arquidiocese de Juiz de Fora, a data foi lembrada em todas as paróquias e especialmente em celebração e procissão arquidiocesanas que reuniram cerca de 20 mil pessoas.

Mesmo debaixo de forte sol e calor, os juiz-foranos chegaram por volta das 15h ao estacionamento do Shopping Jardim Norte, localizado no Bairro Mariano Procópio, para participarem da Santa Missa prevista para as 16h. A celebração, presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, contou com a presença de diversos padres, diáconos e seminaristas de Juiz de Fora. Após a missa, Dom Gil abençoou o sal e o jogou no Rio Paraibuna - que é afluente do Paraíba do Sul - e ainda plantou três mudas de árvores - homenageando a Santíssima Trindade - nas margens do rio que corta o município.

“Benzemos o sal, tal qual o profeta Eliseu fez no Antigo Testamento, e assim jogamos o sal bento nas águas do Rio Paraibuna, para santifica-las, para que elas possam ser sinal de vida e não de morte, e possam abençoar toda a nossa cidade. As três árvores são homenagens ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Representam a nossa devoção à vida e o nosso respeito à natureza; Deus criou a casa para nós”, destacou o arcebispo.

Logo após, uma procissão tomou as ruas das regiões Norte e Leste de Juiz de Fora em direção à Paróquia Nossa Senhora Aparecida localizada no bairro homônimo. Caminhando às margens do Rio Paraibuna, os fiéis rezaram e entoaram hinos de louvor a Deus e à Padroeira do Brasil. Na chegada à Matriz dedicada à Senhora Aparecida, Dom Gil presidiu nova celebração, desta vez concelebrada pelo administrador paroquial local, Padre José Domício Ferreira da Silva, e pelo Padre Tarcísio Marcelino Ferreira Monay. Novamente, centenas de fiéis acompanharam a última celebração do dia festivo e, ao final, consagraram-se à Nossa Senhora Aparecida.

“É uma grande emoção para todos nós, um grande aprofundamento da fé acompanhar todo este povo e este povo acompanhar a imagenzinha de Nossa Senhora, que fala por si mesma. A imagem fala, ela é a expressão do amor de Deus, da presença de Deus no nosso meio, daquilo que Ele fez: enviar o seu Filho através do seio virginal de Maria, para salvar a humanidade. Essa comemoração aqui em Juiz de Fora enche o nosso coração de alegria e esperamos que isso se reverta em grande bênção para a nossa arquidiocese e para todo o nosso povo brasileiro”, finalizou Dom Gil.

Na paróquia dedicada à Nossa Senhora Aparecida, foram cinco missas celebradas desde as 6h. Segundo Padre Domício, aproximadamente 15 mil fiéis passaram pela igreja que guarda a Imagem Peregrina doada pelo Santuário Nacional. “É um momento muito importante para a história do nosso Brasil; o país inteiro se tornou um grande santuário. Por aqui, muitas pessoas passaram ao longo do dia, se colocando com muita piedade diante da imagem, ofertando rosas para sinalizar esse amor do nosso povo para com a Mãe Aparecida”.

A Arquidiocese de Juiz de Fora ainda possui outras duas paróquias dedicadas à Padroeira do Brasil, uma localizada no Bairro Linhares e a outra, no município de Arantina (MG), além da quase-paróquia que fica no Bairro Granjas Betânia.

Clique aqui e confira as fotos das missas e da procissão arquidiocesana.


Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next