social facebook social twitter social youtube

Centenário das aparições de Nossa Senhora de Fátima é celebrado na Arquidiocese de Juiz de Fora

No último sábado, 13 de maio, católicos do mundo inteiro celebraram o Dia de Nossa Senhora de Fátima e o centenário da primeira aparição da Virgem aos pastorinhos, em Portugal. A data foi marcada ainda pela canonização de duas das três crianças que, há cem anos, receberam as mensagens de Nossa Senhora durante seis meses. Em cerimônia no Santuário de Fátima, Papa Francisco foi o responsável por transformar em santos os já beatos Francisco e Jacinta Marto.

Na Catedral Metropolitana de Juiz de Fora, a data foi lembrada em Celebração Eucarística presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, e que contou com a participação dos Arautos do Evangelho. A Santa Missa foi concelebrada pelo vigário geral da Arquidiocese e pároco da Catedral, Monsenhor Luiz Carlos de Paula, pelo vigário paroquial Padre Welington Nascimento de Souza, pelo Padre José Chitumba, e pelo responsável pelos Arautos em Juiz de Fora, Padre Sebastião Alves dos Santos, EP.

Perguntado sobre a importância do Treze de Maio de 2017 para o catolicismo, Dom Gil destacou que Jacinta e Francisco são os primeiros santos da Igreja com menos de 12 anos de idade. “A mensagem que esses dois meninos, Jacinta, com 7 anos e Francisco, com 9, trazem, com simplicidade e humildade, é tão forte que a Igreja não viu como não apresentá-los como modelo de vida e de piedade”.

Ao comentar sobre o dia dedicado à devoção a Nossa Senhora de Fátima, o arcebispo ressaltou a atualidade das mensagens deixadas por ela aos três pastorinhos. “Maria vem para nos ajudar a entender a mensagem de Jesus. A mensagem de Fátima é a mensagem da oração, da conversão, da paz, da humildade, da penitência e, sobretudo, da fidelidade a Deus e do amor ao próximo. Se nós não conseguimos ainda a paz, nós devemos insistir na oração para que ela chegue a todas as partes mundo”.

A Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima, pertencente aos Arautos do Evangelho, foi acolhida pelos féis presentes na Catedral no início da celebração de sábado (13), com a canção “Ave, Ave Maria!”. A coroação da imagem, no final da missa, ficou a cargo de Dom Gil.

No sábado, o arcebispo metropolitano de Juiz de Fora foi o responsável, ainda, por presidir a última celebração dedicada a Nossa Senhora de Fátima na paróquia que homenageia essa devoção de Maria, localizada no Bairro Barbosa Lage. A Matriz da paróquia já havia recebido outras três missas em honra à padroeira, todas finalizadas com a tradicional coroação do mês de maio.

A Santa Missa foi concelebrada pelo administrador paroquial, Padre Karel Kelalu, SVD, pelo vigário paroquial, Padre Laurensius Lagandoni Hayong, SVD, e outros sacerdotes verbitas. Em sua homilia, Dom Gil deu destaque à oração do terço, pedido feito a Maria aos pastorinhos de Fátima. “O terço é a contemplação do rosto de Jesus pelos olhos de Maria. Por meio dele, conhecemos as principais passagens da vida de Cristo”, finalizou.


Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next