social facebook social twitter social youtube

Bem-aventurada aquela que acreditou (Lc 1,45)

Neste domingo, celebração semanal da Páscoa do Senhor, dia 29 de novembro de 2015, iniciamos, mais uma vez, o ciclo da vida de Jesus na Santa Liturgia. Com solenidade e um claro convite à conversão, abrimos mais um Ano Litúrgico. Será um ano todo especial, marcado por abundantes graças do Pai. Já no dia oito de dezembro, festa da Imaculada Conceição de Maria, toda Igreja junto do Santo Padre, o Papa Francisco, abre ao mundo a Porta Santa do Ano da Misericórdia. Também na Catedral de Juiz de Fora, abriremos uma Porta da Misericórdia de Deus para todos no dia 13 de dezembro, às 10 horas da manhã. No dia dois de janeiro, a Igreja de Juiz de Fora recebe com alegria e devoção a visita de Nossa Senhora Aparecida. Ela vem para percorrer todas as paróquias e comunidades de fé até o mês de agosto. Assim preparamos as celebrações dos 300 anos da aparição da Imaculada aos pescadores no Rio Paraíba. 

Diante destas oportunidades da graça, vivamos intensamente o Tempo do Advento que hoje iniciamos. Acompanhemos Maria nas suas últimas semanas de gravidez. Busquemos imitar a alegria de nossa Mãe em realizar a vontade do Pai em sua vida. Transformemos nossas casas em presépios que acolham o Menino-Deus e todos os que precisarem do nosso abrigo, conforto e cuidados. Que a Novena de Natal refaça entre nossas casas, ruas, bairros e vilas os laços de amizade e fraternidade. A Palavra de Deus a nos iluminar do Santo Altar, representada pelas quatro velas do Advento, nos faça acolher de novo os dons que o Pai partilha conosco no Natal de seu filho: Misericórdia e Justiça; Paz e Fidelidade; o Sim de Maria; a presença do Menino-Deus.

Façamos de cada um dos quatro Domingos do Advento um farol a iluminar nosso caminho de fé e uma fonte permanente das águas puras da Graça Divina a nos abastecer e fazer-nos transbordar de Amor, como Maria, a mãe da esperança do Advento. Ouçamos no Primeiro Domingo do Advento (29/11) o convite do Senhor para permanecer de sentinela atentos à chegada do Esperado que já está às portas. Ele nos encontre vigilantes na oração unânime e em esforçado amor. No segundo Domingo do Advento (06/12), atendamos aos apelos de João Batista a nos convidar a uma profunda e sincera conversão. Sejamos perfeitos no amor para o Cristo, com o Cristo e no Cristo. No Terceiro Domingo do Advento (13/12), sintamos a proximidade de Nosso Senhor que por meio do Deus-Menino vem até nós; deixa-se permanecer conosco como amigo e como irmão e sustenta nosso esforço de amor pela constante assistência do Santo Espírito, que nos foi dado. No Quarto Domingo do Advento, reclinemos com Maria e José no presépio de Belém. Acolhamos todas as criaturas do universo para acompanhar a santa espera da Mãe. Como Lucas a aclamemos: “Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu” (Lc 1,45)

Dom Gil Antônio Moreira
Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora

Artigos

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next