social facebook social twitter social youtube

Lexicon, Obra Científica da Igreja (parte 1)

Uma riquíssima obra de mais de 900 páginas foi lançada em língua portuguesa, há poucos anos, pelo Pontifício Conselho para a Família, com o título ‘Lexicon, termos ambíguos e discutidos sobre família, vida e questões éticas’.

São 81 artigos sobre os assuntos de ética e moral mais candentes da atualidade, escritos por pessoas gabaritadas, cientistas de renome internacional, cuja competência lhes dá respeitável autoridade sobre os assuntos. Não se trata de teólogos apenas, mas de médicos, embriologistas, geneticistas, psicólogos, juristas e outros profissionais de altíssimo nível, capazes de trazer real contribuição para todos os que se interessam no aprofundamento das matérias relacionadas à família, à dignidade da vida, ao corpo e ao psiqué humanos. Certamente a obra é de grande valor para o mundo acadêmico, sobretudo para universitários, privilegiadamente os que estudam ciências médicas, psicologia e direito. É também um instrumental indispensável para o trabalho pastoral, não podendo faltar nas bibliotecas dos seminários, das paróquias e dos centros pastorais diocesanos.

As pastorais familiar, da saúde, da juventude, do menor, da criança e outras encontrarão neste excelente compêndio um manual de cabeceira para a explicação de muitos termos hoje tão dubiamente utilizados. Será impossível a um sacerdote ou leigos da Pastoral Familiar sobretudo, não se armarem com este arsenal de informações científicas para responder a tantas indagações e às vezes, até mesmo, agressões do mundo hodierno. Temas como aborto, células-tronco embrionárias, fecundação in vitro, contracepção, “sexo-seguro”, homossexualidade e homofobia, planejamento familiar e paternidade responsável, educação sexual, família em seus mais variados aspectos, eutanásia e muitos outros termos são explicados com objetividade e clareza. Teólogos e pastoralistas dão a palavra segura da Igreja a respeito dos vocábulos, contribuindo para a boa atuação de todos aqueles que têm a missão de orientar pessoas e grupos e colaborar com a boa formação das famílias e da juventude.

A obra é fruto de um encontro realizado em novembro de 1999, em Roma, com participação de várias ONGs (Organismos não governamentais), onde se observou a necessidade de se precisar o sentido exato de expressões carregadas de ambiguidade nos assuntos relacionados à ética e à moral. Em 8 de dezembro de 2002, o Eminentíssimo Cardeal Alfonso Lopez Trujillo, Presidente da Pontifícia Comissão para a Família, pôde lançar a primeira edição em língua italiana e espanhola e assim concluiu sua apresentação: “Esperamos que este Lexicon possa representar um instrumento útil para a nobre e urgente causa familiar e da vida. Temos consciência de que o campo dos equívocos é grande e, quem sabe, uma próxima edição poderia ser enriquecida com novos termos. Neste esforço de esclarecer a ambiguidade através de uma profunda pesquisa da verdade, deixamo-nos guiar pela razão e iluminar pela fé, em total obediência ao Magistério. Assim o leitor encontrará, como esperamos, os conteúdos genuínos e os objetivos que fazem parte da proclamação do evangelho “sine glossa”.

No próximo artigo, continuaremos a tratar sobre o tema.


Dom Gil Antônio Moreira
Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora

Artigos

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next