social facebook social twitter social youtube

Juventude em missão: novas vocações

A Jornada Mundial da Juventude celebrada pelo Papa Francisco em 2013, no Rio de Janeiro, representou para a Arquidiocese de Juiz de Fora um enorme avanço na evangelização, e despertou um novo modelo de vocação. Foi criado o Projeto “Jovens Missionários Continentais (JMC)”, resposta concreta das aspirações do Sínodo Arquidiocesano celebrado de 2009 a 2011. Os jovens missionários têm percorrido paróquia por paróquia, evangelizando de casa em casa, tendo já percorrido, até o momento, vinte paróquias do território arquidiocesano. Neste mês vocacional, completam dois anos de existência e feliz perseverança. Após estas experiências, já deram um passo à frente, ultrapassando fronteiras, e desenvolveram nova etapa de sua vocação, na Diocese de Óbidos - PA, por 15 dias, nas últimas duas semanas, depois de terem já realizado missões na cidade do Rio de Janeiro e programado outra, a convite, para uma paróquia da Diocese de Leopoldina. 

Além destas felizes iniciativas evocadas pelo Espírito Santo de Deus, o mês de agosto, já tradicionalmente, celebra o tema ‘vocações’ em seu sentido amplo. Tendo por foco a festa de São João Maria Vianey, o Santo Cura D’Ars, liturgia do dia 4 de agosto, estabeleceu-se, no Brasil, o referido agosto como mês especialmente dedicado às vocações. As atividades deste mês, além de versarem sobre a vocação sacerdotal, por ser esta indispensável para a própria existência da Igreja, tratam também das demais vocações, ou seja, a familiar, as religiosas, as missionárias e leigas em geral. Destaque especial se dá à família, sendo a segunda semana do mês, dedicada a ela.

Todas as vocações devem merecer de nossas comunidades sua melhor atenção. Sobretudo os padres e diáconos são chamados a empenharem-se na formação e implementação da Pastoral Vocacional em suas paróquias, com especial atenção aos jovens, pois está, entre as prioridades da pastoral arquidiocesana presentes no Documento Sinodal, este importante trabalho. Não nos cansemos de repetir a palavra de Jesus: A messe é grande, mas os operários são poucos. Rezai ao Senhor da messe que envie novos operários para a sua messe! ” (Lc. 10,2).

A evangelização da juventude é uma das prioridades da Igreja no mundo inteiro, porque, da juventude evangelizada depende o futuro não só das vocações, como da Igreja, como do mundo. Na Arquidiocese de Juiz de Fora, além do mencionado Projeto JMC, temos especialíssima dedicação a todo e qualquer trabalho eclesial com os jovens, procurando incentivar seus encontros, reuniões e cursos. Os resultados têm sido ótimos, pois se tem estabelecido um clima de unidade e de complementaridade, num crescente intercâmbio de experiências em favor do crescimento do Reino de Deus.

Tudo o que se faz pelos jovens na Igreja tem, de fato, um sentido vocacional, pois ao contato com o evangelho, naturalmente vai ficando mais claro para cada um o caminho que deve seguir na Igreja seja como vocação de especial consagração seja como ação laical.

Agosto: mês de despertar, realizar e vivenciar vocações na Igreja, para que o mundo tenha paz, justiça, solidariedade, amor ao próximo, e conheça sempre mais o amor de Deus, única base para um mundo de irmãos, única fonte para o Reino da eternidade, a vocação definitiva para toda a humanidade.

Dom Gil Antônio Moreira
Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora

 

Artigos

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
Prev Next