Coordenação e Conselho Nacional da Pastoral do Menor se reúnem em Belo Horizonte (MG)

0

Terminou nessa quinta-feira (8) o Encontro da Coordenação e Conselho Nacional da Pastoral do Menor. O evento, realizado em Belo Horizonte (MG) desde segunda-feira (5), contou com a presença de Alessandra Cristina de Castro, coordenadora da Pamen na Arquidiocese de Juiz de Fora e no Regional Leste 2 (Minas e Espírito Santo) da CNBB.

O bispo de referência nacional da Pastoral do Menor, Dom Luiz Gonzaga Fechio, participou de todo o encontro, que reuniu a coordenadora nacional, Marilda Lima, e os representantes dos 17 regionais do conselho da pastoral. O objetivo foi o de dar continuidade ao planejamento trienal, a partir das Diretrizes da IX Assembleia Nacional, bem como partilhar as ações e desafios mais significativos dos regionais e ainda refletir a conjuntura no país e a incidência política da Pamen nos espaços de representação nacional e nas bases.

“Este encontro nos congrega, nos irmana, faz que possamos nos atualizar nas disposições quanto ao retorno nosso ao lugar de origem diante de tantas coisas que a Graça de Deus nos permite realizar na vida das crianças e adolescentes. Portanto, só fortaleceu a todos nós para nossa missão”, avaliou Dom Luiz.

Para Alessandra Cristina, além do processo reflexivo para aprimorar a prática pastoral, o evento propiciou uma semana de construção, troca de experiências e comunhão fraterna. “O segundo encontro anual do Conselho Nacional da Pastoral do Menor foi muito positivo, tendo em vista que nos proporcionou durante esses dias fortalecer a nossa mística e identidade, para que possamos dar uma resposta transformadora às prioridades tiradas na última Assembleia, qualificando a participação de famílias e adolescentes, com foco na incidência política”.

A coordenadora nacional, Marilda Lima, ressaltou a participação do grupo e, em especial, de Dom Luiz Fechio. “Foi muito bom pela dedicação ao processo reflexivo, visando aprimorar a nossa prática, com o Plano de Monitoramento e Avaliação, a fim de evidenciar as mudanças e conquistas. A presença do nosso Pastor, Dom Luiz, é muito especial, porque caminha com compromisso e alegria com os agentes, nossa profunda gratidão a ele”.

*Colaboração: Alessandra Cristina de Castro
**Com informações do site da CNBB

Conteúdo Relacionado
X